Aguarde...

Crédito | 05/05/2012 08:40

Vale a pena migrar financiamento de imóvel para a Caixa

Especialista faz simulações e aponta que as novas taxas oferecidas pela Caixa compensam custos de transferência da dívida

Lia Lubambo/EXAME

Agência da Caixa

Mesmo descontando taxas cartorárias e de administração do banco, a operação é vantajosa

São Paulo - As reduções nas taxas de financiamento de imóveis da Caixa começaram a valer nesta sexta-feira (4), junto com a abertura do 8º feirão anual de imóveis da Caixa . EXAME.com consultou o presidente do Instituto Brasileiro de Finanças, Perícias e Cálculos (Ibrafin), Anísio Castelo Branco, e ele comprovou que as novas opções são vantajosas não apenas para quem quer iniciar o financiamento de um imóvel, mas para quem quer fazer a portabilidade do crédito imobiliário.

Para comprovar se a portabilidade é vantajosa, devem ser seguidos basicamente os seguintes passos: em primeiro lugar, o mutuário deve verificar a taxa de juro cobrada no atual financiamento e a taxa oferecida pela Caixa; depois, ele deve calcular a diferença entre a soma das prestações que restam no banco atual e as que serão pagas se a dívida for transferida para a Caixa; por fim, deve-se subtrair as taxas de cartório cobrada pela alteração do financiamento, a diferença entre os custos dos seguros de cada instituição e entre as taxas de administração.

Comparação entre as taxas de juro

Para iniciar o cálculo, Anísio fez uma simulação sobre a economia resultante da troca da taxa de juro do financiamento no banco inicial e na Caixa. Ele usou como modelo um financiamento de 450.000 reais, com prazo de 360 meses (30 anos). A taxa de prestação da Caixa usada como base é a de 9% ao ano, taxa máxima cobrada na Caixa para financiamentos de imóveis de até 500.000 reais e taxa cobrada para financiamentos de imóveis de mais de 500.000 reais para quem tem conta-salário no banco. Considerou-se para o banco anterior uma taxa de 12% ao ano, que, segundo Castelo Branco, é a taxa média cobrada pelos bancos privados em financiamentos imobiliários.

Prazo restante Saldo devedor (R$) Prestação Caixa 9% a.a. (R$)* Prestação banco anterior 12% a.a. (R$)* Economia total (R$)
5 anos 375.000 3.961 4.820 128.761
10 anos 300.000 3.421 4.108 82.475
15 anos 225.000 2.880 3.396 46.457
20 anos 150.000 2.340 2.685 20.704
25 anos 75.000 1.799 1.973 5.219

(*) Prestações calculadas para uma pessoa solteira de 35 anos

“Com essa simulação fica claro que é vantajoso migrar o financiamento, principalmente quando ainda há muitas parcelas a pagar. Mesmo subtraindo os custos cobrados pela transferência da dívida, a economia é muito grande”, comenta Anísio.

Comentários (0)  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados