São Paulo - Se o seu lema de vida é "quanto menos burocracia melhor", a startup QuintoAndar pode ser o lugar certo para você alugar um imóvel. Criado há dois anos, o site tem lançado mão de diversas funcionalidades para facilitar o processo de aluguel e nesta semana passou a permitir que o contrato de locação seja feito por meio de assinatura eletrônica, sem a necessidade de formalização em cartório.

De acordo com o site, a assinatura eletrônica tem o mesmo valor legal do papel e o contrato fica armazenado com segurança pela empresa certificadora, a DocYouSign. Assim, o inquilino consegue realizar toda a negociação com o proprietário por e-mail. 

O QuintoAndar assegura que o procedimento realizado pela DocYouSign está em conformidade com as leis federais e normas que regem o mercado de locação. Dentra elas, podem ser citadas a Medida Provisória nº 2.200-2, o Código Civil Brasileiro, as resoluções do Comitê Gestor do ICP e as Instruções Normativas do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI).

A DocYouSign usa padrões de criptografia para garantir a integridade dos dados, comprovando a legalidade de suas transações.

Diferenciais

Além da nova funcionalidade de assinatura eletrônica do contrato, diversos outros recursos do site QuintoAndar tornam a empreitada de alugar um imóvel menos árdua. 

Entre os diferenciais do site, está a possibilidade de agendar as visitas aos imóveis pela internet. Ao selecionar um dos apartamentos disponíveis na plataforma, basta clicar em "Quero visitar" e o site já apresenta os horários e dias disponíveis para visitação.

Outra vantagem do QuintoAndar é a possibilidade de alugar o imóvel sem fiador. "Nós temos uma parceria com a seguradora Cardif, do banco BNP Paribas. Com isso, o próprio QuintoAndar paga o seguro-fiança e 'exterminamos' a figura do fiador", afirma Gabriel Braga, CEO e co-fundador do QuintoAndar.

O site também conta com fotógrafos profissionais para retratar e catalogar os imóveis. Assim, os usuários conseguem não só ver imagens mais trabalhadas, como passam a ter acesso a um número maior de fotos, que permitem conhecer o imóvel por completo, incluindo seus defeitos, garante Braga.

Para realizar o pagamento do aluguel, o QuintoAndar envia ao inquilino um único boleto no qual constam: a taxa de condomínio, o IPTU e o valor do aluguel. O próprio site se encarrega então de pagar o condomínio, o imposto e repassar a parte do pagameto que cabe ao proprietário.

O dono do imóvel, por sua vez, paga pelos serviços do site 100% do valor do primeiro aluguel, pela intermediação do contrato, e 8% do valor do aluguel mensal, pelo serviço de administração do imóvel, sendo que o QuintoAndar desconta essas taxas dos boletos pagos pelo inquilino.

Dentre as contrapartidas oferecidas pela administração do imóvel, está a intermediação de conversas entre o proprietário e o inquilino para resolução de questões pontuais, como a realização de uma reforma, e a garantia de que o proprietário receberá seu pagameto em dia, ainda que o inquilino atrase o pagamento.

O Uber dos  aluguéis

Ainda que os serviços prestados sejam bem diferentes, o modelo de negócios do QuintoAndar tem sido comparado ao do aplicativo de transporte particular Uber. "Algumas pessoas dizem que somos o Uber dos aluguéis", afirma Gabriel Braga.

A ideia de ambas as empresas é usar a tecnologia para eliminar pequenas burocracias e facilitar o contato entre os prestadores de serviços e os usuários, permitindo a ambas as partes usufruir de uma experiência mais agradável.

Conforme explica André Penha, que também é CEO e co-fundador do QuintoAndar, diferentemente do que ocorre nas imobiliárias, os corretores cadastrados no site não precisam gastar tempo com captações de fotos, agendamento de visitas e com os contratos de cada locação. "Eles ficam totalmente focados nos clientes e conseguem atendê-los com mais eficiência", afirma.

Além disso, como o site facilita a busca do usuário ao apresentar fotos de maior qualidade e mais informações sobre o imóvel, os potenciais inquilinos conseguem filtrar melhor os apartamentos e acabam visitando apenas aqueles que de fato podem lhe interessar.

"Em vez de visitar 30 imóveis, eles visitam três. Então, por um lado o usuário economiza tempo e, por outro, o corretor eleva sua rentabilidade, já que ele faz menos visitas e tem contatos com clientes mais engajados, que ficam mais inclinados a fechar o contrato", explica Penha.

Por enquanto, os imóveis do site estão concentrados apenas nas cidades de São Paulo e Campinas, mas segundo os CEO do QuintoAndar, a startup pretende expandir sua atuação para outras cidades do país em breve.

Tópicos: Aluguel, Apartamentos, Imóveis, Internet, Sites, Startups