Aguarde...

Impostos | 24/02/2011 06:00

Os documentos necessários para declarar o IR 2011

O contribuinte que planeja receber mais rápido a restituição já deve começar a providenciar diversos documentos

D. Sharon Pruitt/Stock.XCHNG

Prazo para entrega do IR 2011 começa no próximo dia 1º de março e vai até o dia 29 de abril

Prazo para entrega do IR 2011 começa no próximo dia 1º de março e vai até o dia 29 de abril

São Paulo - Começa na no próximo dia 1º de março o prazo para que o contribuinte brasileiro entregue a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2011 à Receita Federal. O órgão já divulgou as mudanças que serão implementadas na declaração deste ano (veja aqui o que foi alterado).

O dia 29 de abril é o último para a entrega do documento sem multa. Quem quiser se organizar para garantir o lugar entre os primeiros que receberão a restituição do imposto pago já deve começar a juntar a papelada. Esses contribuintes também terão tempo hábil para corrigir possíveis equívocos na declaração que podem colocar o contribuinte na malha fina (Clique aqui e veja o que pode levar um contribuinte a cair na malha fina).

Para ajudar nesta tarefa, Exame.com consultou a consultora tributária Heloísa Motoki, da Confirp Contabilidade, e listou quais os principais documentos a serem apresentados e quem deve tê-los em mãos. Confira abaixo:

Cópia da declaração entregue no ano de 2010

Esse documento vai facilitar muito o preenchimento do documento neste ano. Quem vai entregar a declaração pela primeira vez não tem com o que se preocupar. A Receita sabe dessa informação. Já quem não declarou em 2010, mas fez isso em anos anteriores, deve ter o documento de 2009 em mãos. Alguns bens precisarão ser informados ao Fisco e avaliados com os mesmos valores de dois anos atrás. “Caso o bem simplesmente não seja declarado, a Receita pode entender que o contribuinte o comprou há pouco tempo sem renda comprovada para a aquisição”, explica Heloísa. Ela lembra que o valor de bens como imóveis ou carros devem ser declarados pelo preço na ocasião da aquisição do bem, e não seu valor atual no mercado.

Informes de rendimentos de instituições financeiras, inclusive corretora de valores

Este documento é pertinente para quem tem conta em banco, corretoras de ações. Neste caso, cabe à empresa fornecer o informe ao contribuinte. Vale a pena checar se ele já foi entregue na caixa do correio ou se a empresa disponibiliza o acesso ao documento pela internet.

Comentários (0)  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados