Paraísos em conta

S%26atilde;o Paulo - Pensando nos aposentados mais aventureiros que se imaginam descansando em um para%26iacute;so tropical ou uma charmosa cidade europeia, a Associa%26ccedil;%26atilde;o Americana de Aposentados (AARP, na sigla em ingl%26ecirc;s) publicou em seu site uma lista com as 10 localidades com melhor custo-benef%26iacute;cio para os americanos viverem depois da aposentadoria. Fora dos Estados Unidos, %26eacute; claro. A Am%26eacute;rica Latina e regi%26otilde;es menos badaladas de pa%26iacute;ses europeus despontam como destinos divertidos, tranquilos e em conta, com bons sistemas de sa%26uacute;de e clima ameno. Ideal para quem quer sossego.

A AARP lembra ainda que antes de se mudar de mala e cuia para outro pa%26iacute;s, o aposentado deve visit%26aacute;-lo algumas vezes, alugar um apartamento antes de comprar um im%26oacute;vel, pesquisar sobre o destino e considerar se est%26aacute; disposto a ficar longe da fam%26iacute;lia. Tamb%26eacute;m %26eacute; bom pensar que aprender uma nova l%26iacute;ngua pode ser essencial para ter uma boa experi%26ecirc;ncia. E nunca esquecer que choques culturais s%26atilde;o a norma. Veja a seguir o que cada um desses lugares tem a oferecer aos aposentados estrangeiros que desejam adotar uma nova p%26aacute;tria.

Tópicos: Aposentadoria, Custo de vida, Viagens pessoais, Viagens