São Paulo - O desaquecimento do varejo no Brasil e a piora das perspectivas para a economia nacional reforçaram a tendência de oferta de cupons de desconto no comércio online para atrair mais compradores, segundo consultores e sites especializados nesse tipo de oferta. Bom para os consumidores, que agora têm acesso a cupons com descontos maiores e mais diversificados, já que marcas grandes, como Pão de Açúcar e McDonald's, têm entrado na onda. 

Os cupons são oferecidos aos consumidores por meio de códigos, que podem ser obtidos em sites especializados ou por meio de promoções realizadas pelas próprias empresas que vendem os produtos ou serviços.

Para utilizar o benefício, o comprador precisa anotar o código e digitá-lo em um campo específico, que costuma aparecer na página de finalização da compra do e-commmerce.

Desde o início do ano, o site Cupons Mágicos, especializado na divulgação de cupons de descontos de diferentes empresas, passou a oferecer cupons e ofertas de 12 sites de comércio eletrônico de empresas de médio e grande porte, entre eles o do Walmart, da companhia aérea Avianca e das marcas de vestuário e acessórios Oakley, Schutz e Youcom.

A partir deste ano, o Walmart passou a divulgar cupons de 10% de desconto, que são válidos para diversas categorias de produtos à venda no site. Também neste ano, os sites do Extra e do Ponto Frio passaram a conceder cupons de descontos de 10% a 20%, enquanto em 2015 ofereciam, apenas de forma pontual, cupons de 3% a 10% de desconto.

Geralmente os descontos oferecidos nos sites estão relacionados a produtos com maior volume de vendas, como smartphones, ou são incluídos em queimas de estoque e liquidações.

Na Cuponeria, site que também agrega cupons de diferentes marcas, a quantidade de cupons anunciados nos dois primeiros meses deste ano aumentou 30% em comparação ao mesmo período de 2015. Os descontos também foram ampliados: a média do descontos anunciados no site passou de 20% no ano passado para 30% este ano.

Claudio Felisoni, presidente do Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo (ibevar) aponta que o crescimento dos cupons de desconto tem relação direta com a crise econômica. "Como não há expectativa de crescimento do comércio neste ano, resta aos sites crescer 'roubando' uma fatia de clientes dos concorrentes. Oferecer cupons de desconto é uma forma relativamente simples de chamar a atenção destes consumidores".

Tendências

De acordo com o Cuponeria, cupons de desconto oferecidos por redes de fast food devem continuar a crescer este ano. Em janeiro, o McDonald´s divulgou o cupom de dois sundaes pelo preço de um. Agora, a rede oferece três novos cupons no mesmo modelo para a compra do sanduíche Cheddar McMelt, do sorvete McFlurry e do sanduíche Big Tasty Bacon.

Outro segmento que promete oferecer mais opções de desconto este ano é o de supermercados e alimentos. Redes como Pão de Açúcar, Extra e Dia, e marcas como Danone, P&G, Unilever, Polenghi e Kellogg`s já oferecem cupons. 

Diante da alta dos preços de serviços de beleza e cosméticos no Brasil, cupons e liquidações no segmento devem se manter entre os mais buscados pelos consumidores, de acordo com o site especializado em cupons. 

Tópicos: Consumo, Orçamento pessoal, Renda pessoal, Varejo, Setores, Comércio