São Paulo - Um cartão de crédito vem chamando a atenção dos consumidores brasileiros e já tem uma fila de espera de nada menos do que 70 mil pessoas, que aguardam ansiosamente para ganhar o seu. O Nubank Mastercard Platinum, emitido pela administradora de cartões Nubank, tem despertado interesse por prometer transparência, custos menores e a possibilidade de resolver qualquer pendência pela internet.

O cartão da Nubank, startup criada em setembro do ano passado, não tem taxa de anuidade nem tarifas, cobra juros rotativos abaixo da média do mercado - que são os juros cobrados em caso de atraso ou parcelamento da fatura - e é gerenciado por um aplicativo no celular, que oferece informações detalhadas sobre os gastos realizados no plástico.

Segundo a empresa, o cartão tem feito sucesso por suprir uma demanda reprimida de consumidores que estão acostumados com taxas de juros exorbitantes, atendimentos burocráticos e estão insatisfeitos com seus cartões, que oferecem poucas informações e meios para controlar os gastos no crédito. 

Para obter o cobiçado cartão, além de ser proprietário de um smartphone com sistema iOS ou Android, o consumidor precisa  ser aprovado em uma análise de crédito. 

Como essa avaliação pode durar horas, dias, semanas ou meses, a demora tem gerado reclamações de consumidores nas redes sociais, ávidos para utilizar o produto.

Acesso restrito

Sem revelar o número de usuários do cartão, a startup aponta que, apesar de a fila de pedidos crescer, está dobrando sua base de clientes a cada três meses. “Queremos crescer aos poucos”, diz Cristina Junqueira, diretora e co-fundadora da Nubank.

Ao realizar a análise de crédito, a administradora do cartão leva em consideração o histórico de crédito de cada consumidor, assim como qualquer instituição financeira. Mas também inclui filtros adicionais na avaliação, baseados em um modelo próprio. “Ser indicado por um amigo que tenha um bom histórico de crédito, por exemplo, pode contribuir para uma avaliação positiva, mas também não é determinante”, diz Cristina.

A executiva garante que quem tem um bom histórico de crédito é aprovado rapidamente, assim como quem tem um histórico ruim é reprovado de forma ágil. “A demora maior se refere a consumidores que estão na faixa intermediária. Ainda estamos aprimorando nossa análise”.

Custos menores

Além de não cobrar anuidade ou tarifas, o cartão da Nubank cobra uma taxa de juros de 7,75% ao mês no caso de atraso no pagamento ou parcelamento do valor, quando o cliente cai no chamado crédito rotativo (compare as tarifas oferecidas por cartões de crédito).

De acordo com dados do Banco Central referentes ao período de 30 de abril a 7 de maio deste ano, entre 44 instituições financeiras, os juros rotativos cobrados pela Nubank só não são menores do que a taxa média da Caixa e de seis bancos de pequeno porte

A oferta de uma taxa de juros mais baixa foi possibiltada por meio de uma parceria com dois bancos de pequeno porte - cujos nomes a empresa não revela - e também por conta da estrutura digital da empresa, que dispensa atendimento presencial e reduz a necessidade de atendimento por telefone.

O objetivo da Nubank é reduzir os juros ainda mais ao longo do tempo, principalmente para clientes que tenham uma boa avaliação de crédito, diz Cristina.

A Nubank não exige renda mínima para que os clientes tenham acesso ao cartão. “Temos estudantes que ganham mil reais por mês entre os usuários”, afirma a executiva.

Uma desvantagem do cartão de crédito é que ele não possui um programa de fidelidade próprio, mas Cristina diz que ter um programa de pontos está nos planos da startup. "Não sabemos ainda se iremos incluí-lo no cartão ou vendê-lo separadamente, como um produto premium", conta a executiva.

Atualmente, o Nubank apenas tem uma parceria com o programa Surpreenda, da MasterCard®. Apesar de o programa da bandeira oferecer aos usuários que adquirirem um pacote de viagem a possibilidade de ganhar um pacote adicional, entre outros benefícios, não permite que os pontos gerados em compras possam ser convertidos em milhas.   

Outra restrição que deve ser solucionada é a criação do aplicativo também para smartphones com o sistema Windows Phone. 

Cuidados

É necessário, no entanto, que o consumidor tenha cautela. São cobradas tarifas nos saques de valores em terminais eletrônicos que aceitam cartões Mastercard localizados no Brasil e no exterior.

Nesse caso, as taxas cobradas, definidas por cada rede que opera o terminal de autoatendimento, podem chegar a 19 reais e não compensar o uso do serviço.

Mesmo que os juros cobrados pelo cartão da Nubank sejam menores do que a média, especialistas não recomendam parcelar o ou atrasar o pagamento da fatura, pois a taxa ainda é considerada alta e pode provocar descontrole financeiro caso a dívida não seja quitada o quanto antes.

A Nubank pode oferecer limites de crédito que variam de 700 reais a 10 mil reais, conforme a renda e histórico de crédito do usuário. Mas valores altos exigem planejamento para que não comprometam o orçamento no caso de gastos imprevistos, por exemplo. 

Mais facilidade para controlar os gastos do cartão

Os gastos no cartão de crédito emitido pela Nubank podem ser monitorados em tempo real pelo aplicativo do cartão no celular, que pode ser baixado na Apple Store ou no Google Play.

O app registra todos os pagamentos feitos com o cartão e permite alterar o nome dos estabelecimentos nos quais foram realizadas as compras. Os gastos são apresentados em um mapa, que facilita a visualização de cada despesa.

No momento em que o usuário parcela uma compra, por exemplo, ele consegue consultar como ficarão distribuídas as prestações visualizando as faturas na ferramenta.

A taxa de câmbio e a do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que incidem sobre compras internacionais, podem ser visualizadas de forma separada do valor da compra.

É possível reduzir e aumentar o limite de crédito disponível, bloquear e desbloquear o cartão ou antecipar o pagamento da fatura a qualquer momento pelo app. Caso o usuário queira aumentar o limite de crédito, mas o valor não esteja disponível, o pedido também é feito pelo aplicativo.

Apesar de assegurar que o usuário consegue resolver qualquer demanda sozinho, o Nubank oferece um chat para responder a eventuais dúvidas, além de e-mail e atendimento telefônico. “No chat geralmente conseguimos responder a demanda na mesma hora”, diz Cristina. “Já a maior parte dos e-mails enviados por usuários são respondidos em até meia hora”.

A administradora de cartões também irá incluir em breve duas funcionalidades no aplicativo: débito automático da fatura e a possibilidade de parcelar os gastos online, já com a possibilidade de visualizar os juros que serão cobrados na operação. 

*Texto atualizado às 18h30 do dia 22/05/2015 com a informação sobre a parceria do cartão com o programa de fidelidade Surpreenda, da MasterCard.

Tópicos: Administradoras de cartões, Finanças, Cartões de crédito, Setor de cartões, Consumo, Juros, Meios de pagamento, Nubank, Orçamento pessoal, Renda pessoal, Serviços