Aguarde...

Veículos usados | 12/05/2010 17:50

Comprar carro em outra cidade pode valer a pena

São Paulo tem os veículos novos mais baratos do país; região Centro-Oeste oferece os usados mais baratos, mas é preciso ficar de olho na qualidade

feirao-carros-460-jpg.jpg

Feirão da GM em São Caetano: estado de SP tem os carros novos mais baratos

São Paulo - O número de pessoas que compra um carro para viajar certamente é bem maior do que o grupo que viaja para comprar um carro. Engana-se, no entanto, quem acha que a minoria enlouqueceu. O preço dos carros novos em São Paulo é o menor do Brasil e pode justificar o deslocamento. Segundo a tabela da Molicar, empresa que coleta o valor de mercado de veículos em todo o país, um carro 0 km custa até 5,2% mais em outros estados quando comparado aos preços do mercado paulista. Já os carros usados mais baratos estão no Centro-Oeste e os mais caros, no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. (veja abaixo qual é o desconto ou o sobrepreço dos carros em relação a São Paulo, segundo a Molicar).

Regiões de AbrangênciaCarros de passeio

Novos

Usados

Nordeste (1)

  
Abrangência3,5-1,2
BA,SE  
   

Centro Oeste (1)

  
Abrangência3,4-2,0
DF,MS,GO,MT,TO  
   

Sudeste (1)

  
Abrangência2,9-1,6
MG  
   

Sul (2)

  
Abrangência3,43,2
PR  
   

Sudeste (2)

  
Abrangência2,8-1,3
RJ  
   

Sul (2)

  
Abrangência4,03,7
RS,SC  
   

Nordeste (2)

  
Abrangência4,4-1,5
PE,AL,PB,RN  
   

Norte (1)

  
Abrangência5,2-1,2
PA,AP  
   

Nordeste (3)

  
Abrangência4,8-1,3
CE,PI,MA  
   

Sudeste (3)

3,9-1,6
Abrangência  
ES  
   

Norte (2)

4,4-1,7
Abrangência  
AM,RR,AC,RO  

Em geral, o valor dos veículos novos sofre pequenas variações de acordo com o preço do frete. O principal fator para que São Paulo tenha um carro mais barato, no entanto, é a grande concorrência entre as concessionárias. O consumidor paulistano pode pesquisar o preço de um mesmo veículo em várias lojas antes de levá-lo para a garagem. Mesmo marcas não tão populares como Citröen ou Mitsubishi possuem diversas concessionárias no estado que disputam compradores entre si. O consumidor portanto, tem como espremer o vendedor até que ele aceite um melhor preço. Além disso, por ser o maior centro de negócios do país, São Paulo abriga muitas empresas que compram carros no atacado e conseguem preços melhores – jogando o preço médio para baixo.

Entre os estados com carros novos mais baratos, aparecem em seguida o Rio de Janeiro e Minas Gerais. Esses mercados possuem características bastante parecidas com as de São Paulo, mas em um grau menor de intensidade. Já os valores mais altos são cobrados no Amazonas e no Pará. Os dois estados estão bastante distantes das principais montadoras - o que encarece o frete. O número de concessionárias é bastante limitado. Além de reduzir a disputa por fatias de mercado, a menor concorrência desestimula as lojas a formar estoques - e a queimá-los quando necessário.

Comentários (0)  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados