São Paulo – O matemático Munir W. Niss, autor do livro O Segredo das Loterias, diz ter ganhado 40 vezes na Mega-Sena. Segundo ele, a principal regra para quem quer ganhar na loteria é esquecer as apostas individuais e fazer um bolão. E com a Mega Sena da Virada aberta para apostas, o momento é ainda mais propício para tentar aumentar as chances com os tradicionais bolões de final de ano.

Desde outubro deste ano, a Caixa oficializou a prática do bolão e passou a emitir recibos individuais que comprovam a participação de cada um dos apostadores, tornando ainda mais atraente a modalidade de aposta. Como antes o bolão era organizado informalmente e a Caixa era obrigada a pagar apenas o portador do bilhete, já houve casos em que participantes perderam sua parte do prêmio por não poder comprovar que haviam contribuído para o bolão. Veja a seguir o passo a passo para organizar um bolão oficial da Caixa para a Mega-Sena da Virada. 

1) Reúna os participantes

O primeiro passo, obviamente, é reunir os colegas, amigos e familiares interessados em participar da aposta. Todos devem contribuir com a mesma quantia, uma vez que os recibos de cotas do bolão emitidos pela Caixa terão o mesmo valor e a mesma probabilidade de acerto. Isso é o que permite que cada um receba a mesma premiação, caso o bilhete seja sorteado. 

Também é possível participar do bolão organizado pela própria casa lotérica, mas nesse caso poderá ser cobrada uma tarifa de serviço pela administração do bolão de até 35% sobre o valor da cota. E na aposta organizada pela lotérica, ocorre a chamada “Surpresinha”, que é a escolha dos números de maneira aleatória pelo sistema, sem que o apostador possa influenciar a escolha. 

2) Observe o valor mínimo e a cota mínima 

Para participar do bolão da Caixa, é preciso pagar pelo menos 10 reais, comprar, no mínimo, duas cotas - para que pelo menos duas pessoas participem - e cada participante precisa ter sempre uma cota de, no mínimo, 4 reais. 

Portanto, se os apostadores optarem por fazer o bolão mínimo de duas cotas, eles não poderiam apostar em dois jogos de seis, uma vez que cada jogo de seis números custa 2 reais e as cotas para cada jogador seriam inferiores a 4 reais. O menor jogo possível é o de sete números, que custa 14 reais, já que com esse valor as cotas para cada participante seriam maiores que 4 reais. 

E o valor máximo de apostas na Mega-Sena é de 100.100,00 reais e 100 cotas. 

3) Defina a quantidade de números em que se deve apostar

Quanto maior a quantidade de números jogados, maior a probabilidade de acerto e, consequentemente, maior é o valor que deve ser investido. Veja a relação na tabela abaixo:

Quantidade Nº Jogados Valor de Aposta Probabilidade de acerto (1 em...)
6 2,00 50.063.860
7 14,00 7.151.980
8 56,00 1.787.995
9 168,00 595.998
10 420,00 238.399
11 924,00 108.323
12 1.848,00 54.182
13 3.432,00 29.175
14 6.006,00 16.671
15 10.010,00 10.003

Conforme as probabilidades da tabela mostram, é mais interessante apostar em um jogo de 10 números, por exemplo, do que apostar em dois jogos de nove.Fonte: Caixa Econômica Federal

Para definir a quantidade de números jogados, a sugestão é que os participantes vejam qual é o valor médio que seria possível arrecadar, em vez de definir o valor de contribuição antes, como comumente ocorre nos bolões informais. 

Para explicar por que isso faz sentido, vamos usar o exemplo de um bolão realizado em uma empresa, em que 39 funcionários decidam participar. Se for definido previamente que cada um deve contribuir com 10 reais, serão arrecadados 390 reais. Com esse valor não é possível apostar em 10 números, mas seria possível apostar em dois jogos de nove números e mais um jogo de oito números (adicionando mais 2 reais). 

Ocorre que, com dois jogos de nove e um de oito, além de a probabilidade de ganho ser menor do que a de um único jogo com mais números, não seriam distribuídos recibos de cotas igualmente. Isso porque, como as cotas devem ser de, no mínimo, 4 reais cada, o jogo de oito números não daria direito a uma cota para cada um. Dessa forma, ou parte dos apostadores teria seu dinheiro investido em um jogo sem receber seu recibo de cota, ou uma única pessoa faria o jogo e receberia um único recibo, como já ocorria nos bolões não oficializados pela Caixa. 

Concluindo, o mais fácil seria observar o valor necessário para participar do jogo de 10 números e pedir aos participantes a contribuição exata. Assim, com os 420 reais necessários para apostar em 10 números, cada participante receberia uma cota e não sobraria dinheiro. 

Ainda que essa forma seja menos prática, porque o valor de contribuição não é redondo, exclui-se a possibilidade de que parte do dinheiro sobre ou que o montante arrecadado não seja suficiente para participar de um único jogo com mais números, além de evitar também que não haja um recibo de cota para cada jogador.

4) Preencha o bilhete

Determinada a quantidade de números a apostar e arrecadados os valores com os participantes, então o próximo passo é ir a uma das casas lotéricas da Caixa para que as apostas sejam feitas. 

A pessoa responsável pelo preenchimento do bilhete (o chamado volante) deve então: assinalar com quantos números pretende jogar (sendo o mínimo seis e o máximo 15); marcar os números da aposta; e no final do bilhete, no campo “Bolão –Aqui você faz seu bolão de até 100 cotas” deve indicar o número de participantes do bolão. 

5) Efetue o pagamento e confira os recibos

Após preencher o bilhete, basta então efetuar o pagamento no caixa e aguardar a emissão dos recibos de cotas. Para cada participante será emitido apenas um recibo, que servirá como garantia caso o bolão seja premiado. Por isso, é muito importante que se confira o número de recibos emitidos. 

Se o participante perder seu comprovante, mesmo que os seus amigos afirmem que ele participava do bolão premiado, o prêmio não será recebido.

Como os recibos não são emitidos com nenhum tipo de identificação para distinguir cada participante, se uma pessoa fizer a aposta, recolher todos os recibos e não repassá-los aos outros apostadores, ela poderá ficar com todas as cotas e, consequentemente, com o prêmio. Por isso, é importante também se certificar de que o responsável pelo pagamento irá entregar os recibos das cotas a todos os apostadores. 

6) Anote o nome e o CPF atrás do recibo 

Ao anotar com uma caneta o seu nome completo e o seu CPF atrás do recibo cota, nenhuma outra pessoa pode receber o prêmio em seu lugar, segundo a Caixa.

Caso o bolão seja premiado, os valores serão retirados individualmente pelos participantes mediante apresentação do recibo de cota. 

Tópicos: Caixa, Bancos, Empresas, Loterias, Mega-sena