Aguarde...

Imóveis | 13/05/2010 11:14

Feirão de imóveis da Caixa chega a São Paulo

Mais de 150 mil moradias novas, usadas e na planta estarão à disposição dos visitantes no Centro de Exposições Imigrantes

twitter-feirao-caixa-jpg.JPG

Pela primeira vez a Caixa atualiza informações no twitter do Feirão da Casa Própria

Começou nesta quinta-feira (13/05) o feirão de imóveis da Caixa Econômica Federal em São Paulo. Neste ano, o banco aumentou a oferta de imóveis em quase 40%. São 151.845 unidades, contra 109.000 oferecidas no ano passado. Desse total, perto de 36.000 se enquadram nas regras do principal programa de habitação do governo federal, o Minha Casa, Minha Vida.

Responsável por conceder 73% das carteiras de crédito no país até março deste ano, a Caixa pretende movimentar cerca de 1,5 bilhão de reais durante os quatro dias do evento. Além da Grande São Paulo, também foram contempladas as regiões do ABC e da Baixada Santista. Juntos, os 100.422 usados ofertados e os 51.423 imóveis novos ou em construção valem 24,6 bilhões de reais.

Para o consumidor, o grande diferencial do Feirão é encontrar em um mesmo espaço todos os agentes da cadeia de habitação: 122 construturas e 101 imobiliárias se unem a corretores, cartórios e técnicos do banco para analisar a liberação do crédito imobiliário e acelerar a compra da casa própria. Os 240 guichês de atendimento simultâneo vão permitir inclusive que a escritura possa ser transferida no próprio local.

O superintendente regional da Caixa, Valter Nunes, lembra que se uma carta de crédito for concedida a um comprador durante o feirão, ela também poderá ser usada em outra oportunidade. "A validade é de trinta dias, podendo ser prorrogada por mais trinta. A pessoa que não encontrar um imóvel aqui poderá buscá-lo no mercado com mais tranquilidade depois".

No entanto, antes de assumir um compromisso financeiro que atravessará anos ou décadas, Pedro Lessi, especialista em direito imobiliário e do consumidor, lembra que é preciso tomar alguns cuidados, principalmente na compra de usados. "Vale pedir as certidões pessoais dos imóveis para descobrir se não estão sendo leiloados extrajudicialmente", afirma. Se o interesse for por um imóvel novo, o consumidor deve verificar se a construtora pagou o INSS da obra e se a hipoteca do terreno está regularizada.

Serviço
A exposição vai até domingo e acontece no Centro de Exposições Imigrantes. Nesta quinta e sexta-feira, o funcionamento é das 10h às 21h. No fim de semana, o Feirão começa às 9h e fecha as portas às 20h. Se quiser fazer avaliação de crédito, o cliente deve levar identidade, CPF, comprovante de residência e os últimos três contracheques. Para renda informal, serão pedidos extratos bancários ou fatura dos três últimos meses do cartão de crédito. 

O consumidor também poderá conhecer a estrutura instalada antes de visitar o evento. Localização dos estandes, histórias de compradores que passaram pelo feirão, números de visitantes e negócios fechados são algumas das informações que a Caixa promete atualizar no twitter (@FeiraoCaixa) e no blog do evento.

Comentários  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados