São Paulo - Quem possui contrato de aluguel residencial com aniversário em fevereiro e reajuste anual atrelado ao IGP-M – a grande maioria das locações do mercado –, pagará 4,53% mais caro a partir do final do mês ou início de março. O reajuste equivale à variação acumulada pelo IGP-M nos últimos 12 meses (fevereiro/2011 a janeiro de 2012).

Assim, um contrato em andamento que custa, por exemplo, R$ 1.000,00, subirá para R$ 1.045,30. Para facilitar o cálculo, basta multiplicar o valor atual por 1,0453.

A variação é a menor registrada desde junho de 2010, quando o índice acumulou alta de 4,18%. Por conta disso, Roberto Akazawa, gerente do Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP, acredita que o reajuste será aplicado de forma integral. “Além disso, no caso específico da cidade de São Paulo, os aluguéis novos têm subido mais do que aqueles em andamento, desestimulando as pessoas a trocarem o aluguel atual por um novo”, diz Akazawa.

Tópicos: Aluguel, Apartamentos, Imóveis, Casas, Salários, Reajustes