São Paulo - Quem poupa dinheiro pode receber de seu banco a proposta de investi-lo numa caderneta de poupança ou outra aplicação equivalente, como o Certificado de Depósito Bancário (CDB) ou um fundo DI da própria instituição financeira. O Tesouro Direto também vem se tornando popular, e um dos títulos oferecidos na plataforma online do Tesouro Nacional, as Letras Financeiras do Tesouro (LFT), também funcionam como uma alternativa mais rentável à poupança.

Mas como decidir entre essas aplicações? EXAME.com lançou, na última sexta-feira, uma calculadora elaborada pelo professor Samy Dana, da FGV, que permite ao usuário comparar a rentabilidade de todos esses investimentos e decidir qual o seu preferido. odos eles são, de alguma forma, atrelados à taxa básica de juros da economia (a Selic), mas os custos e a parcela de juros paga variam.

O usuário só precisa preencher os campos da calculadora com o montante que deseja investir e o prazo de investimento. Se quiser comparar um CDB, deverá fornecer o percentual do CDI (taxa de juros semelhante à Selic) que o CDB oferecido a ele paga. Já se quiser comparar um fundo DI, basta informar o percentual do CDI que o fundo costuma obter e a taxa de administração. Automaticamente, a calculadora fornecerá a rentabilidade bruta e o rendimento líquido de imposto de renda e taxas para todas as aplicações.

Por exemplo: suponha um investimento de 10.000 reais, para o qual o usuário deseja decidir se investe na poupança, em um CDB que paga 89% do CDI ou um fundo DI que acompanha de perto o CDI com taxa de administração de 2% ao ano. O dinheiro permanecerá investido por um ano (12 meses). Ao preencher os campos da calculadora com esses dados, o usuário vai perceber que, mesmo com o imposto de renda, o CDB será a aplicação mais vantajosa, pois renderá 5,14% em um ano, contra 4,19% do fundo DI e 5,03% da nova poupança.

Investir em LFT pelo Tesouro Direto seria ainda mais rentável. No mesmo prazo, o investimento renderia 5,54%, transformando os 10.000 reais iniciais em 10.554,44 reais. A calculadora de EXAME.com considera o investimento por uma corretora que não cobra taxa de administração, como já existem algumas no mercado. Assim, o único custo é a taxa de custódia obrigatória e fixa de 0,3% ao ano.

A taxa Selic e a Taxa Referencial (TR), que balizam o rendimento das aplicações financeiras conservadoras, serão atualizadas por EXAME.com sempre que houver mudanças. Assim, a calculadora hoje considera a Selic atual de 7,25% ao ano e TR igual a zero. A calculadora de comparação de rentabilidades das aplicações seguras está disponível no Guia EXAME de Renda Fixa e diretamente no link: http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/ferramentas/comparativo-de-rentabilidades/ 

Tópicos: Calculadoras e simuladores, CDB, Fundos de investimento, Fundos DI, Aplicações financeiras, Poupança, Renda fixa, Selic, Estatísticas, Indicadores, Tesouro Direto