Rio de Janeiro - A Caixa Econômica Federal faz a partir de amanhã (10), no Rio de Janeiro, o primeiro leilão de joias do ano em âmbito nacional, envolvendo 11.730 contratos de penhor, vencidos há mais de 30 dias, oriundos de 38 agências da instituição no estado. A informação é da assessoria de imprensa da Caixa, na capital fluminense.

Os dois lotes mais caros têm lance mínimo de R$ 7,842 e R$ 7,682, enquanto os mais baratos estão avaliados em R$ 68 e R$ 74. Terão prioridade no leilão os titulares dos contratos, que poderão renová-los até o dia 11. O leilão está aberto a pessoas físicas e jurídicas. Ganhará o pregão quem der a maior oferta. O resultado será divulgado pela Caixa na próxima quarta-feira (12).

No ano passado, a Caixa efetuou no Rio de Janeiro um total de 11 leilões de joias, que envolveram 122.780 contratos de penhor, dos quais 89.035 foram renovados e 28.058 foram vendidos.

O penhor é considerado a forma de crédito mais popular e rápida do país. Quem desejar penhorar uma joia ou outros objetos de valor precisa apenas se dirigir a uma agência da Caixa levando documento de identidade, Cadastro de Pessoa Física (CPF) e comprovante de residência. Não é feita pesquisa cadastral da pessoa. O empréstimo equivale a 85% do valor de avaliação do bem e é limitado a um valor mínimo de R$ 50 e máximo de R$ 100 mil por cliente.

Tópicos: Dívidas de países, Empréstimos, Leilões