Oportunidade

São Paulo - O dinheiro anda curto e você tem roupas e objetos que estão sem uso há um bom tempo? Que tal revendê-los na internet para aliviar o orçamento?

Já existem pelo menos 15 sites especializados na compra e venda de produtos usados no país. As maiores plataformas permitem vender praticamente qualquer tipo de produto, enquanto outras são especializadas na venda de roupas e calçados; artigos infantis, móveis e objetos de decoração e até smartphones.

Os sites que reúnem produtos usados se enquadram no conceito de economia colaborativa, que consiste em conectar pessoas com interesses e necessidades comuns e, dessa forma, facilitar a venda, compartilhamento e troca de serviços e objetos.

De acordo com uma pesquisa feita pela associação de consumidores Proteste com 676 brasileiros, o conceito vem ganhando força no país.

Dentre os entrevistados, 88% já participaram de alguma atividade relacionada à economia colaborativa. Entre as práticas citadas, a compra e venda de produtos usados é a mais comum: 76% dos consumidores já compraram ou venderam produtos usados, sendo que 39% descobriram a iniciativa pela internet.

Entre os motivos que levaram os brasileiros a buscarem essas plataformas, 43% citaram a economia de gastos e 8% mencionaram o objetivo de ganhar dinheiro.

Conheça, nas fotos a seguir, as plataformas que permitem vender e comprar produtos seminovos e usados:

Tópicos: Bebês, Consumo, Crianças, Economia colaborativa, Móveis, Orçamento pessoal, Renda pessoal, Roupas, Internet, Sites