Meu fundo não rende quase nada, o que eu faço?

Internauta tem valor investido no Hiperfundo Bradesco, mas está insatisfeito com o baixo rendimento

Dúvida do internauta: Tenho 1.000 reais guardados no Hiperfundo Bradesco [fundo DI com taxa de administração de 4,5% ao ano que sorteia um carro por dia entre seus cotistas], porém não rende quase nada. Gostaria de saber qual o melhor investimento para essa quantia.

Resposta de Fabiano Pessanha*:

Segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) existem aproximadamente 4,3 milhões de brasileiros que investem em fundos de investimento no Brasil, com sua grande maioria investindo em fundos em renda fixa.

Com a recente queda da taxa de juros de 8,5% para 8,0% ao ano, boa parte desses fundos estão com rentabilidade inferior à da caderneta de poupança, produto mais básico para investimentos em renda fixa.

Vale ressaltar que o grande vilão desta baixa rentabilidade é a alta taxa de administração cobrada pelos fundos de investimento, adicionada à queda da taxa de juros e outros fatores de risco.

Para se ter uma idéia, existem hoje aproximadamente 3 milhões de brasileiros que estão com rentabilidade inferior à poupança por investirem em fundos com taxa superior a 1% ao ano. Alguns desses fundos possuem taxas elevadíssimas, acima de 4% ao ano, sem que os cotistas percebam a sua baixa rentabilidade.

Portanto, a melhor estratégia de investimento para você é comparar os fundos existentes no mercado e escolher os que possuem taxa inferior a 0,8%, com bom histórico de resultados, e com ativos de qualidade em sua carteira. Não esqueça de ler o regulamento e o prospecto do fundo, com especial atenção nos itens em que são tratados os fatores de risco, a taxa de administração e a política de investimento do fundo.

Seguindo estas dicas, sua rentabilidade será bastante superior a atual, sem a necessidade de você “ter que torcer para ganhar uma premiação”.

Essa dica somente é atrelada fundos de renda fixa, não aplicável a fundos de renda variável.

*Fabiano Pessanha, CFP é gerente comercial da Geração Futuro Corretora de Valores e possui a certificação CFP® (Certified Financial Planner) concedida pelo Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros (IBCPF).

Dúvidas, críticas ou observações sobre esta resposta? Deixe seu comentário abaixo!

Envie outras perguntas sobre opções de investimento para seudinheiro_exame@abril.com.br.