IPVA com desconto para final de placa 5 em SP vence nesta sexta

Termina na sexta-feira (13) o prazo para pagar a primeira parcela ou a cota única com desconto do IPVA dos veículos com final de placa 5 em São Paulo

São Paulo – Termina nesta sexta-feira (13) o prazo para pagar o IPVA no estado de São Paulo em cota única com desconto de 3% para os veículos com final de placa 5.

Os proprietários desses veículos que pretendem parcelar o imposto também devem pagar a primeira das três prestações até amanhã.

Existe ainda a opção de pagar o imposto à vista sem desconto em fevereiro, nas datas de vencimento da segunda parcela. A terceira parcela vence em março.

Ao longo das próximas duas semanas, até o dia 20 de janeiro, vence a primeira parcela ou cota única com desconto dos veículos com os demais finais de placa.

O vencimento do seguro obrigatório DPVAT coincide com as datas de vencimento do IPVA.

Veja o calendário de pagamento do IPVA 2017 no Estado de São Paulo:

Automóveis, Camionetas, Caminhonetes, Ônibus, Microônibus, Vans, Motos e similares

Mês janeiro fevereiro março
Parcela 1ª Parcela ou Cota Única Com Desconto(*) 2ª Parcela ou Cota Única Sem Desconto 3ª Parcela
Placa Dia do Vencimento Dia do Vencimento Dia do Vencimento
Final 1 09/01/2017 09/02/2017 09/03/2017
Final 2 10/01/2017 10/02/2017 10/03/2017
Final 3 11/01/2017 13/02/2017 13/03/2017
Final 4 12/01/2017 14/02/2017 14/03/2017
Final 5 13/01/2017 15/02/2017 15/03/2017
Final 6 16/01/2017 16/02/2017 16/03/2017
Final 7 17/01/2017 17/02/2017 17/03/2017
Final 8 18/01/2017 20/02/2017 20/03/2017
Final 9 19/01/2017 21/02/2017 21/03/2017
Final 0 20/01/2017 22/02/2017 22/03/2017

Caminhões e Caminhões-trator

Mês Janeiro Março Abril Junho Setembro
Parcela Cota Única Com Desconto 1ª Parcela Cota Única Sem Desconto 2ª Parcela 3ª Parcela
Placa Dia do Vencimento Dia do Vencimento Abril Junho Setembro
Final 1 09/01/2017 09/03/2017 19/04/2017 19/06/2017 19/09/2017
Final 2 10/01/2017 10/03/2017 19/04/2017 19/06/2017 19/09/2017
Final 3 11/01/2017 13/03/2017 19/04/2017 19/06/2017 19/09/2017
Final 4 12/01/2017 14/03/2017 19/04/2017 19/06/2017 19/09/2017
Final 5 13/01/2017 15/03/2017 19/04/2017 19/06/2017 19/09/2017
Final 6 16/01/2017 16/03/2017 19/04/2017 19/06/2017 19/09/2017
Final 7 17/01/2017 17/03/2017 19/04/2017 19/06/2017 19/09/2017
Final 8 18/01/2017 20/03/2017 19/04/2017 19/06/2017 19/09/2017
Final 9 19/01/2017 21/03/2017 19/04/2017 19/06/2017 19/09/2017
Final 0 20/01/2017 22/03/2017 19/04/2017 19/06/2017 19/09/2017

Para pagar o IPVA, basta comparecer a uma agência bancária credenciada, munido do número do Renavam (Registro Nacional de Veículo Automotor).

O proprietário do veículo pode pagar o imposto nos terminais de autoatendimento, no guichê de caixa, pela internet, débito agendado ou outros canais oferecidos pela instituição bancária.

O IPVA também pode ser pago em casas lotéricas, no entanto essa opção não é válida para o pagamento do licenciamento.

DPVAT

Donos de motos, vans, ônibus e micro-ônibus usados poderão pagar o prêmio do seguro DPVAT em três parcelas, por meio de boletos bancários gerados no site do DPVAT, da Seguradora Líder. Os vencimentos coincidirão com as datas de vencimento do IPVA.

Já para os veículos zero quilômetro de qualquer tipo e para carros, caminhões, caminhonetes e camionetas usados, o seguro deverá ser pago à vista junto com o vencimento da primeira parcela ou cota única do imposto.

Licenciamento antecipado

Para antecipar o licenciamento anual, o motorista deverá quitar todos os débitos que recaiam sobre o veículo: IPVA, taxa de licenciamento, DPVAT e eventuais multas de trânsito. O valor para o envio do documento pelo correio é de 11 reais.

Multas

Quem deixar de recolher o imposto vai ficar sujeito a multa de 0,33% por dia de atraso e juros de mora com base na taxa Selic —atualmente em 14% ao ano. Passados 60 dias, o percentual da multa será fixo em 20% do valor devido.

Se ainda assim o contribuinte não honrar o débito e ele for inscrito, a multa passará a 100% do valor do imposto, além da inclusão do nome do proprietário no Cadin Estadual, o que o impede de aproveitar créditos da Nota Fiscal Paulista.

Neste momento, com a dívida inscrita, a Procuradoria Geral do Estado poderá cobrar o devedor mediante protesto.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s