Aposentados com direito à revisão serão divulgados na segunda

Correção no valor do teto vai acontecer em setembro; benefícios acumulados até cinco anos antes da abertura do processo de revisão serão pagos em quatro diferentes lotes

São Paulo – A partir da próxima segunda, dia 25, aposentados que penduraram as chuteiras entre 5 de abril de 1991 e 1º de janeiro de 2004 poderão conferir se terão direito à revisão do valor máximo do benefício.

Pelo parecer do Supremo Tribunal Federal, os segurados que ganhavam o teto previdenciário receberão um aumento médio de 240 reais na aposentadoria se ela não tiver sido corrigida em dezembro de 1998 ou janeiro de 2004, quando foram publicadas duas emendas constitucionais autorizando o reajuste para 1.200 e 2.400 reais, respectivamente.

Segundo o INSS, ainda não foi decidido se a divulgação será por telefone ou pelo endereço http://www.previdencia.gov.br. A correção no valor do pagamento vai acontecer no pagamento de setembro.

O governo lembra que apenas aqueles que contribuíam com valores próximos ao teto terão direito à revisão. São 117.135 pessoas. O impacto nos cofres públicos será de 28 milhões de reais.

Retroativo

Quem tiver direto à revisão também vai ganhar o pagamento da dívida atrasada. A bolada é referente aos cinco anos anteriores à abertura do processo da revisão e será paga de uma vez só na própria conta onde os segurados já recebem a aposentadoria ou pensão.

A distribuição do dinheiro acontecerá em etapas. O primeiro lote contemplará quem for receber até 6.000 reais e será pago no dia 31 de outubro.

No ano que vem, serão liberados os lotes para quem vai receber entre 6.000,01 reais e 15.000 reais (31 de maio) e entre 15.000,01 a 19.000 (30 de novembro). Os segurados com crédito superior a 19.000 reais só receberão os recursos em 31 de janeiro de 2013. O benefício retroativo é estimado em 1,69 bilhão de reais,