Dólar R$ 3,28 0,59%
Euro R$ 3,67 0,09%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa -1,54% 61.673 pts
Pontos 61.673
Variação -1,54%
Maior Alta 7,00% EMBR3
Maior Baixa -31,34% JBSS3
Última atualização 22/05/2017 - 17:21 FONTE

FGTS da Vale e da Petrobras rendem mais de 90% em 2016

A venda de ativos para redução de sua dívida e a melhora dos preços do petróleo no mercado internacional favoreceram a alta dos papéis

Os fundos de privatização FGTS da Vale e da Petrobras recuperaram parte das perdas no ano passado. As carteiras que investem em ações ordinárias da Petrobras encerraram o ano com ganho de 94,88% em média, segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

Já os fundos da Vale acumularam em média ganho de 95,20%. A forte alta desses fundos reflete a reversão do cenário para a economia brasileira e fatores específicos.

No ano passado, os fundos da Petrobras haviam perdido 12,36% enquanto os da Vale perderam R$ 38,72%.

No caso da Petrobras, a empresa passou por uma profunda reestruturação que a tornou mais profissionalizada e menos exposta a intervenções políticas.

Além disso, passou a ter independência para fixar seus preços, que pararam de ser usados para controlar artificialmente a inflação.

A venda de ativos para redução de sua dívida e a melhora dos preços do petróleo no mercado internacional favoreceram a alta dos papéis.

Mas, mesmo com a forte alta no ano passado, a ação ordinária (ON, com voto) que forma esses fundos está ainda valendo a metade do que valia na oferta pública do pré-sal de 2010, quando os papéis foram vendidos por R$ 29,65.

Ontem eles fecharam valendo R$ 15,50. Esses fundos podem continuar sendo boa opção daqui para frente, como mostram as indicações de ações das corretoras para janeiro, que colocaram Petrobras no topo das preferências.

Já a Vale, apesar dos tropeços com a tragédia ambiental de Mariana, o maior desastre ecológico do país, foi favorecida pela recuperação dos preços do minério de ferro, especialmente depois da vitória de Donald Trump nos EUA.

O candidato republicano promete realizar um grande programa de infraestrutura no país, o que deve demandar muito aço e, por tabela, minério de ferro.

Abaixo, as rentabilidades mensais médias dos dois fundos.

Fundos de privatização

Mês Petrobras Vale
Dez-15 -9,01 -1,20
jan/16 -19,17 -25,45
fev/16 5,94 21,32
mar/16 44,34 28,06
abr/16 24,65 29,75
mai/16 -23,32 -27,83
jun/16 12,90 14,22
jul/16 21,54 13,54
ago/16 5,08 -8,55
set/16 2,59 4,99
out/16 22,94 23,79
nov/16 -1,00 26,92
dez/16 -8,37 -8,01
Em 2016 94,88 95,20