Dólar R$ 3,28 0,12%
Euro R$ 3,65 -0,58%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa -0,05% 63.227 pts
Pontos 63.227
Variação -0,05%
Maior Alta 22,54% JBSS3
Maior Baixa -4,09% CYRE3
Última atualização 25/05/2017 - 17:21 FONTE

Como se livrar das dívidas neste fim de ano

Itaú, Bradesco, Banco do Brasil e Santander realizam iniciativas com o objetivo de reduzir a inadimplência dos clientes

São Paulo – Com objetivo de conter o índice de inadimplência de clientes em um cenário econômico recessivo, grandes bancos firmaram parcerias com empresas especializadas em recuperação de crédito e incrementaram seus canais online como forma de incentivar a renegociação de dívidas.

Apesar de não abrir taxas e prazos oferecidos para renegociação de débitos, afirmando buscar as melhores condições para cada caso e perfil de cliente, o Banco do Brasil diz, em nota, que as condições para quitação de dívidas estão mais flexíveis.

Segundo especialistas, é um bom momento para aproveitar as facilidades oferecidas pelos bancos para quitar ou ao menos amortizar parte das dívidas e pagar menos juros. Melhor ainda se você puder usar o dinheiro da segunda parcela do 13º salário, que foi paga na terça-feira (20) aos trabalhadores com carteira assinada. Veja 15 dicas para usar bem o 13º salário e sobreviver às compras de Natal.

Confira abaixo o que cada banco está oferecendo para quem deseja começar o ano no azul:

Banco do Brasil

Em algumas regiões do país, o BB tem promovido mutirões de renegociação de dívidas, que oferecem educação financeira e condições especiais para quem quer quitar pendências. O foco são dívidas no cartão de crédito, cheque especial, empréstimo pessoal (CDC) e no crédito imobiliário.

Outra novidade, lançada em setembro, é a função ‘Solução de Dívidas’ para renegociação de créditos, que foi incluída no aplicativo do Banco do Brasil para celulares com sistemas operacionais Android e IOS.

A ferramenta permite que o cliente do banco tenha acesso às mesmas funções já disponíveis no portal de renegociação de dívidas da internet.

É possível, por exemplo, definir o valor de entrada e a quantidade de parcelas para pagamento da dívida que melhor se enquadram no orçamento, com limite de 60 meses. O canal também permite consultar acordos já pactuados, cancelar renegociação no mesmo dia da contratação.

O Portal Soluções de Dívidas do banco permite ainda consultar o saldo devedor e o número de parcelas em atraso em cada tipo de empréstimo, além do valor de tarifas pendentes. Para quitar as contas, o banco sugere opções de parcelamento e permite que boletos sejam gerados no próprio portal.

A ferramenta também avalia se é possível obter descontos no valor das dívidas. Os pedidos são avaliados por um algoritmo que considera, entre outros aspectos, a probabilidade de quitação do crédito, com base no histórico do cliente.

Bradesco

Desde o final do ano passado, o Bradesco firmou parcerias com dois portais de renegociação: Quero Quitar e Acordo Certo, especializados em serviços de renegociação de dívidas online.

Além disso, o banco tem um canal online para regularização de dívidas, pelo qual os clientes podem visualizar seus débitos e realizar simulações de prazo, taxas e valores oferecidos pelos bancos. Caso aceite as opções, o acordo pode ser realizado online. Basta imprimir o boleto pelo site e começar a fazer os pagamentos.

Itaú

O Itaú realiza um feirão de renegociação de dívidas até o final deste mês e diz ter adotado diversas medidas para auxiliar seus clientes a ficar no azul. Essas medidas vão desde orientação financeira para lidar com situações imprevistas e produtos que permitem reorganizar as finanças até a renegociação em caso de dificuldade.

O cliente interessado pode buscar mais informações sobre o acordo com o banco em uma página criada para isso. No endereço, é possível conversar com consultores via chat, verificar ou imprimir boletos e sugerir uma proposta de renegociação.

Santander

O Santander iniciou na sexta-feira a ação “Natal Numa Boa”. Até domingo (25), a campanha oferece produtos de crédito para os clientes planejarem o fim de ano.

Entre os produtos de planejamento financeiro, o crédito pessoal e o crédito consignado têm redução de até 15% nos juros.

A ação também oferece ao cliente a possibilidade de fazer um financiamento de veículos com o pagamento da primeira parcela somente após o Carnaval.

É importante que, antes de tomar um empréstimo, você verifique se esta é a sua melhor opção. Mesmo que os juros oferecidos sejam menores, você não pode se esquecer que a dívida vai comprometer parte do seu orçamento nos próximos meses e que no começo do ano você terá outros compromissos para honrar, como o IPVA e o IPTU.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. São boas iniciativas para diminuir a inadimplência. Se viessem acompanhadas de um mini treinamento sobre educação financeira, os bancos ganhariam muito, pois diminuiriam o número de endividados e consequentemente, aumentariam o número de pessoas aptas a investirem no próprio banco.