Como investir em imóveis com apenas 10.000 reais

Fundos imobiliários permitem a entrada do pequeno investidor nos empreendimentos mais promissores do mercado corporativo

São Paulo – As baixas taxas de ocupação de imóveis corporativos no Brasil apontam para boas perspectivas para esse mercado. Em São Paulo, a taxa de vacância chega a 1,2%, e no Rio de Janeiro, fica em 2,8%. Com isso, os pequenos investidores que gostam de aplicar em imóveis podem se sentir tentados a entrar no filão corporativo. Para isso, basta sair à cata de um bom fundo de investimento imobiliário.

De acordo com o consultor financeiro Mauro Calil, uma das principais vantagens desse tipo de investimento é a diversificação. “Você pode dividir 100.000 reais em cinco fundos de investimento imobiliário”, diz Calil. Ou seja, com a quantia investida em um único imóvel físico é possível comprar cotas em vários fundos que invistam em imóveis como shopping centers, hotéis, prédios comerciais, hospitais e galpões industriais. A partir de 10.000 reais já é possível comprar uma cota num fundo imobiliário.

Para isso, basta abrir uma conta numa corretora, pedir um prospecto com o histórico dos fundos e começar a negociação das cotas em Bolsa mesmo. Após se tornar dono de um pedaço de um imóvel, o investidor começa a receber normalmente seus aluguéis. Conheça melhor as vantagens e os riscos desse investimento no programa Seu Dinheiro na TV desta semana.

/libc/player/liquid3.swf