Aluguel residencial atinge mínima desde 2014, diz DMI-Viva Real

O valor do metro quadrado de imóveis residenciais para aluguel também caiu 1,1% em relação ao 1º trimestre deste ano, chegando a R$ 22,83

São Paulo  – O preço médio do aluguel residencial no Brasil recuou 7,9 por cento no segundo trimestre ante o mesmo período de 2016, tocando o menor valor desde o segundo trimestre de 2014, informou nesta quarta-feira o índice DMI-Viva Real.

De acordo com o levantamento, o valor do metro quadrado de imóveis residenciais para aluguel também caiu 1,1 por cento em relação ao primeiro trimestre deste ano, chegando a 22,83 reais.

Entre as 30 cidades pesquisadas, São Paulo teve o metro quadrado para aluguel mais caro do país, a 35,29 reais, seguido pelo Rio de Janeiro, a 31,63 reais. A Vila Mariana, bairro localizado na zona sul da capital paulista, foi a região mais procurada para aluguéis no período.

Venda

A tendência de desaceleração também se repetiu nos imóveis à venda, cujo valor do metro quadrado teve queda de 1 por cento em comparação ao segundo trimestre de 2016, atingindo 4.833 reais.

No entanto, em relação ao primeiro trimestre deste ano, houve valorização de 0,7 por cento.

Brasília lidera com o metro quadrado mais caro do país para venda, a 7.857 reais e o Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, a 7.222 reais.

O estudo também revelou que há grande procura por imóveis de até 170 mil reais, embora representem apenas 5 por cento da oferta, e 50 por cento do público deseja imóveis entre 51 e 100 metros quadrados, segundo a Viva Real.