7 simpatias para ganhar dinheiro que sobrevivem até hoje

A sabedoria popular ensina macetes curiosos para aumentar a riqueza ou evitar que o dinheiro vá embora; você acredita nelas?

São Paulo – É no Ano Novo que muita gente costuma se lembrar que usar roupas amarelas e comer uvas ou lentilha pode trazer prosperidade. Mas durante o ano todo, a sabedoria popular ensina macetes para ganhar fortunas, ou pelo menos não perder o dinheiro que você já tem.

Você pode acreditar ou não nas superstições, mas, de qualquer forma, elas são curiosas. Divirta-se com as sete simpatias a seguir:

1. Plantar girassol e uma moeda

Diz a lenda que plantar sementes de girassol com uma moeda embaixo da terra ajuda a fazer o dinheiro florescer. A receita diz o seguinte: em um vaso com terra devem ser colocadas sete sementes de girassol e uma moeda dourada.

Para potencializar os efeitos, dizem que vale enterrar na mesma mistura uma pedra pirita, conhecida por atrair dinheiro, e polvilhar a terra com canela. Para os girassóis não morrerem, a sugestão é deixá-los no sol e regá-los todos os dias.

Além de girassol, outra planta muito usada em simpatias financeiras é a dinheiro-em-penca. Uma das superstições manda enterrar moedas e pingar gotas de uma vela na terra, para que ela se fortifique.

2. Colocar uma nota embaixo do prato de nhoque

A velha simpatia diz que, em todo dia 29 do mês, deve-se colocar uma nota de dinheiro embaixo do prato de nhoque. A partir daí, há algumas versões diferentes. Uns dizem que os primeiros sete nhoques devem ser consumidos de pé, enquanto outros atestam que a nota não pode ser sua ou que, se for de dólar, melhor.

Conta a lenda que o tal do “nhoque da fortuna” começou em um vilarejo da Itália, com São Pantaleão, em um 29 de dezembro. Faminto, o santo bateu na porta de uma casa, e a família grande e humilde não recusou em dividir seu nhoque. Quando foram recolher os pratos, viram que o santo os havia presenteado com notas de dinheiro embaixo dos pratos.

3. Cercar de moedas uma miniatura de Buda

Dizem que estátuas e miniaturas de Buda atraem prosperidade, mas há diferentes variações da lenda para essa simpatia render dinheiro. Uma delas manda colocar a estátua em um pires branco e cercá-la de moedas do mundo todo. Outra recomenda cercar o Buda de arroz, com uma nota de dinheiro embaixo.

A superstição de que o Buda atrairia riqueza e abundância nasceu no Paquistão, quando ele ainda era um príncipe que desfrutava de uma vida luxuosa, até renunciá-la. Então, foi para a Índia receber oferenda dos deuses, que ficaram conhecidas como os símbolos da boa fortuna. Foi na China, no entanto, que Buda ganhou aquela imagem gorda e sorridente, representando a fortuna e a prosperidade.

4. Nunca passar o saleiro diretamente para o outro

Outra crendice diz que entregar o saleiro diretamente nas mãos de outra pessoa pode fazer com que o seu dinheiro vá embora. Isso porque o sal representa a vida, e era tão precioso na Roma Antiga que era usado como forma de pagar os soldados. Foi daí, inclusive, que se originou a palavra salário.

Para não ter azar financeiro, a superstição manda apoiar o saleiro na mesa ou no balcão, para, então, o outro poder usá-lo.

5. Andar com dólares ou folhas de louro na carteira

Como o dólar valer mais do que o real, no Brasil muita gente acredita que deixar uma nota de dólar na carteira, não importa o valor, ajuda a atrair fortunas. Mas essa superstição também serve para folhas de louro, grãos de ervilha e até três moedas chinesas amarradas em um fio vermelho.

Outra superstição diz que, para resguardar sua prosperidade, é bom não deixar à vista de outras pessoas cartões de crédito e talões de cheque guardados na carteira.

6. Nunca deixar a bolsa no chão

Deixar a bolsa no chão facilita a fuga do dinheiro, segundo a crença popular. Pode parecer difícil de acreditar nessa superstição, mas ela tem sua lógica se você pensar que, ao largar a bolsa em qualquer lugar, pode estar menosprezando o valor do que tem dentro dela.

Segundo a mesma ideia, a arte chinesa Feng Shui também recomenda manter a certeira limpa e organizada.

7. Colocar moedas no fundo do saleiro e do açucareiro

Para nunca faltar dinheiro, outra simpatia popular aconselha colocar três moedas douradas, de mesmo valor, no fundo do saleiro de sua casa, e outras três no fundo do açucareiro. O sal representa a fortuna, e o doce do açúcar, as boas energias.

Lembre que, no Brasil, o açúcar também já foi moeda de troca, o que faz dele um símbolo da prosperidade. Nunca deixe faltar sal e açúcar em cima das moedas.