20 ações que bateram a rentabilidade do CDI em 2016

Levantamento da consultoria Economática mostra quais ações desempenharam melhor que o CDI no ano passado, mas renda fixa segue atraente

São Paulo – O principal índice da Bolsa brasileira, o Ibovespa, teve alta de 39% em 2016. O desempenho foi superior ao avanço de 14% do CDI, que remunera aplicações de renda fixa como CDBs, LCIs e LCAs, por exemplo.

Individualmente, algumas ações tiveram desempenho ainda mais expressivo sobre o CDI em 2016. É o que mostra um levantamento da consultoria Economática, o qual indicou que 45 das 59 ações que fazem parte da atual composição do Ibovespa bateram o CDI no ano passado.

Desse total, 20 ações superaram a performance do CDI em pelo menos 40 pontos percentuais. Os papéis com as melhores rentabilidades são dos setores de energia, siderurgia, financeiro e produtores de materiais básicos.

Veja abaixo as 20 ações cujos desempenhos em 2016 superaram em pelo menos 40 pontos percentuais o CDI do período:

Empresa/ação Desempenho em 2016 (%) Prêmio em pontos percentuais sobre o CDI Prêmio em pontos percentuais sobre o Ibovespa
Eletrobras (ELET3) 296,01 282,01 257,07
Bradespar (BRAP4) 199,92 185,92 160,98
Gerdau Metalúrgica (GOAU4) 192,05 178,05 153,11
CSN (CSNA3) 171,25 157,25 132,31
Usiminas (USIM5) 169,03 155,03 130,09
Gerdau (GGBR4) 133,33 119,33 94,39
Vale (VALE5) 129,21 115,21 90,28
Petrobras (PETR4) 121,94 107,94 83,01
Banco do Brasil (BBAS3) 99,40 85,40 60,47
Vale (VALE3) 98,24 84,24 59,31
Petrobras (PETR3) 97,67 83,67 58,73
Santander (SANB11) 95,18 81,18 56,25
Raia Drogasil (RADL3) 74,21 60,21 35,28
Bradesco (BBDC4) 73,70 59,70 34,77
CPFL Energia (CPFE3) 72,03 58,03 33,10
Ecorodovias (ECOR3) 66,65 52,65 27,72
Bradesco (BBDC3) 63,47 49,47 24,53
Equatorial (EQTL3) 62,34 48,34 23,41
Cosan (CSAN3) 62,33 48,33 23,39
Multiplan (MULT3) 57,58 43,58 18,65

A Economática restringiu o levantamento a ações com volume financeiro médio diário em 2016 superior a um milhão de reais.

Cuidados ao investir

Mesmo com o bom desempenho da Bolsa —e de ações específicas— em 2016, especialistas em finanças pessoais recomendam cautela ao aplicar em renda variável.

A primeira coisa que você precisa considerar é que o desempenho passado não garante a performance do futuro. Ou seja, não é porque o Ibovespa subiu 39% em 2016 que ele vai continuar subindo em 2017.

Além disso, é preciso considerar que o Ibovespa é um índice de referência, e o fato de ele subir não significa que todas as ações estão subindo.

Segundo analistas, o desempenho da Bolsa no ano passado foi pautado por eventos específicos, como a mudança na gestão política do país, que gerou expectativas otimistas. Agora, a continuidade dessa tendência positiva vai depender de resultados, que podem ou não agradar aos investidores.

No geral, as avaliações são de que a renda fixa continua atraente ao pequeno investidor, apesar da perspectiva de queda do juro básico (Selic). Isso porque o CDI costuma oscilar conforme essa taxa. Veja cinco investimentos seguros para bater a poupança em 2017.