São Paulo (SP) - Os funcionários mais novos da Central Nacional Unimed, cooperativa médica de serviços de saúde com sede em São Paulo, adoram dizer que são “paparicados”.

São pequenos cuidados que encantam, como presentes distribuídos no Dia da Mulher e no do Homem (comemorado em 15 de julho), nutricionista disponível para atendimento o dia todo e semanas da massagem organizadas quatro vezes por ano.  Para os empregados em início de carreira, essas ações fazem com que eles se sintam peças importantes no crescimento da empresa.

Afinal, todos acreditam que, se não fosse assim, não seriam alvo de tantos cuidados. Mas nem só de festas vive a moçada. A cooperativa tem um plano anual de treinamentos aberto a todos os colaboradores com mais de 15 temas e carga horária de 16 horas anualmente.

Além disso, os jovens dizem aprender na prática. “Já trabalhei em outra empresa do setor e sei que a Central Nacional Unimed é diferente”, diz uma jovem. “A cada dia aprendo algo novo, seja uma resolução da Agência Nacional de Saúde, seja a informação de que duas empresas clientes nossas agora vão se unir”, conta outro.

Quanto às oportunidades de carreira, dizem, elas existem para quem “demonstra um bom trabalho”. “Em menos de dois anos, subi dois cargos”, diz um rapaz. O único entrave ao crescimento dos funcionários é, segundo eles, a limitação da abertura de novas vagas por causa dos empregados mais velhos, “há muitos deles na empresa” e com planos de ficar “até a aposentadoria”.

“Orientamos os líderes para que eles estabeleçam uma relação de proximidade e cuidem da comunicação com os jovens para que eles não se frustrem”, diz Rosimeire Franco, gerente de RH da cooperativa.

Ponto(s) positivo(s) Ponto(s) negativo(s)
Os jovens se orgulham do modo como a empresa trata os clientes. É possível aprender tanto nos treinamentos oferecidos como no dia a dia, principalmente com os gestores. Os computadores são lentos e requerem atualização. O fato de, em alguns setores, funcionários mais antigos ficarem na empresa até a aposentadoria limita as chances de promoção para os jovens.

Tópicos: Melhores Empresas para Começar a Carreira, Carreira jovem, Mercado de trabalho, Empresas, Unimed, Serviços