Osasco (SP) - Quando lançou, no fim de fevereiro, seu aplicativo para clientes contratarem limite de crédito pré-aprovado e acessarem saldo e investimentos pelo Facebook, o Banco Bradesco deu mais um passo em direção à cultura jovem. O mesmo movimento de aproximação vem acontecendo na empresa.

"Como essa geração quer objetividade nos feedbacks e cobra comprometimento dos gestores, estamos implantando a avaliação formal de desempenho", afirma José Luiz Rodrigues Bueno, diretor de RH. O processo, em fase de testes, será estendido a todo o quadro.

A ideia é que o modelo resulte no alinhamento das necessidades individuais de treinamento e desenvolvimento. Até agora, as conversas são informais e acontecem de acordo com as necessidades detectadas pelos líderes. A galera aprova e diz que não faltam oportunidades para crescer.

"Somos constantemente desafiados a melhorar, assumir responsabilidades e chegar mais longe. Por isso, falamos que o Bradesco nos prepara para a vida, não só para o trabalho", diz um jovem. E eles se inspiram nos mais velhos: 95% da atual diretoria executiva fez carreira na empresa, incluindo o presidente.

"Parece incoerente dizer, mas essa história de que os jovens não têm fidelidade e querem tudo muito rápido não é bem o que vemos aqui", diz André Rodrigues Cano, diretor executivo. "Se você é transparente e mostra que há perspectivas, eles ficam."

Num momento em que as empresas reclamam que a moçada está saindo das escolas com deficiências básicas na formação técnica e comportamental, o Bradesco não se queixa do problema. Justamente por contratar na base, o banco tem uma forte estrutura de treinamento em todas as áreas. "Só consegui passar em uma matéria da faculdade porque fiz o curso de matemática daqui", diz um funcionário.

Ponto(s) positivo(s) Ponto(s) negativo(s)
Em 2012, 47,8% dos jovens foram promovidos. Além de competências técnicas, eles aprendem as comportamentais, como saber se relacionar. é possível conciliar o trabalho com o estudo. Para quem não trabalha nas agências, as promoções são lentas e não há tanta visibilidade. Quem mora longe gostaria de ter a opção de um ônibus fretado oferecido pela empresa.

Tópicos: Bradesco, Bancos, Empresas, Empresas brasileiras, Empresas abertas, Melhores Empresas para Começar a Carreira, Carreira jovem, Mercado de trabalho