Sumaré (SP) - O clima é de euforia na 3M, multinacional química que anunciou um lucro global de 991 milhões de dólares, referente ao quarto trimestre de 2012 — quase 4% acima do obtido no mesmo período de 2011. A subsidiária brasileira é a quinta maior entre as operações em mais de 65 países.

"Como o Brasil é a bola da vez, nos encontros internacionais muitos jovens perguntam o que devem fazer para trabalhar aqui", diz José Fernando do Valle, diretor de recursos humanos.

Nem precisa ser gringo para querer integrar o quadro da empresa, atrás apenas da Apple e do Google no ranking das mais inovadoras do planeta, de acordo com o último estudo Global Innovation 1000, da consultoria Booz & Company.

Os funcionários garantem que sempre são sondados por amigos em busca de vagas. "No ano passado, metade das oportunidades abertas para o mercado foi preenchida por indicação interna", afirma José Fernando.

Uma das portas de entrada mais cobiçadas é o programa de trainee, retomado em 2011, depois de um período de reformulação e com índice de retenção de 98%, segundo a companhia.

Em 2013, foram 7.200 candidatos disputando 11 vagas. O que chama a atenção da moçada são as oportunidades de carreira nas seis unidades de negócio.

"Vemos muitos gerentes que começaram como estagiários", diz um jovem. Para preparar o pessoal que assume equipes, há treinamentos específicos na Academia de Líderes, como o Sou Líder, e Agora?, voltado para estreantes na função.

"Mas não é comum chegar a cargos de liderança antes dos 35 anos", diz um funcionário. Na visão deles, mesmo com a lentidão no processo rumo ao topo, a empresa poderia criar programas de mobilidade horizontal entre as áreas.

"Não estamos apenas em busca de cargos e salários — aprendizado, na nossa idade, às vezes conta até mais", afirma outro. 

Ponto(s) positivo(s) Ponto(s) negativo(s)
 Jovens têm visibilidade interna, já que são incentivados a participar de projetos e a apresentar ideias para a alta gerência. A política de home office e horário flexível é estendida a 42,5% do quadro. Há a percepção de que as oportunidades de desenvolvimento são maiores para o administrativo do que para o operacional. falta clareza sobre as competências que devem ser desenvolvidas para uma promoção.

Tópicos: Empresas, 3M, Empresas americanas, Melhores Empresas para Começar a Carreira, Carreira jovem, Mercado de trabalho