Itapevi (SP) - Além de ser eleita pela segunda vez consecutiva a melhor empresa do setor farmacêutico por este Guia, na edição deste ano a Eurofarma também leva o prêmio de a melhor na categoria Remuneração. Não é difícil entender o porquê. A fim de tornar-se ainda mais competitiva, em 2011 a companhia, sediada em Itapevi (SP), a 39 quilômetros de São Paulo, reviu seu pacote de remuneração e passou a pagar salários de 10% a 20% maiores do que a média de mercado.

O programa de participação nos resultados também sofreu mudança e passou a contar com uma variável de 30% para metas individuais. Com tudo isso, a remuneração anual na Eurofarma consegue ser até 30% mais agressiva do que a dos concorrentes. O pacote de benefícios também é caprichado, com destaque para as creches nas plantas de Itapevi e São Paulo, ambas para atender pais e mães com filhos de até 4 anos (em Itapevi o benefício é estendido até os 6 anos).

Para quem não pode usufruir esses espaços, a companhia paga o auxílio-creche. Fora os benefícios mais comuns, há previdência privada, 100% de subsídio para medicamentos da empresa, seis meses de licença-maternidade e material escolar para filhos dos funcionários. Sem contar a academia, o ambulatório (com estrutura para consultas, exames e pré-natal), o salão de beleza e os consultórios de fisioterapia e pilates dentro da sede.

Os empregados ainda trabalham meio período às sextas-feiras e contam com horário flexível, que possibilita começar o expediente até duas horas mais tarde do horário padrão. Nos últimos três anos, a Eurofarma vem passando por diversas mudanças. De lá para cá, aumentou seu quadro de pessoal em quase 50% e iniciou seu projeto de internacionalização ao comprar cinco companhias na América do Sul. Até o fim deste ano, deve fazer uma nova aquisição.

A expansão faz parte da estratégia de se tornar uma das três maiores farmacêuticas do Brasil em participação de mercado e fincar presença em 90% da América Latina com operação própria até 2015. Planos que têm gerado expectativas no time em relação às movimentações internas, inclusive para fora do país.

PONTO(S) POSITIVO(S) PONTO(S) A MELHORAR
As bolsas de até 80% para cursos de idiomas, graduação, pós e MBA. Ouvidoria interna, que permite aos funcionários fazer denúncias e reclamações. Algumas áreas não participam da avaliação de desempenho formal. Por causa do crescimento acelerado, a comunicação entre as áreas às vezes é falha.

Tópicos: Eurofarma, Empresas, Farmácias, Melhores Empresas para Trabalhar, Revista VOCÊ S/A