Blog do Sidnei Oliveira - Blog do Sidnei Oliveira - Desvendando a geração Y - EXAME.com Blog do Sidnei Oliveira | EXAME.com
São Paulo
Germano Luders

Blog do Sidnei Oliveira

Carregando

Onde estão as cicatrizes da Geração Y ?

Sidnei Oliveira

Em muitas circunstâncias – talvez a maioria – ganhamos nossas cicatrizes em escolhas erradas, aquelas que provocaram falhas e resultados negativos. Quem não tem uma cicatriz de corte ou queimadura, conquistada enquanto corria onde não podia ou brincava com fogo? Ou ainda, aquelas cicatrizes que não deixam marcas no corpo, mas sim na mente e no coração…Essas também são conquistadas através de nossas escolhas e contribuem de maneira fundamental e […]

O melhor e o pior dos jovens de hoje

Sidnei Oliveira

O mercado está um pouco assustado com as características dos jovens de hoje, e em diversos momentos observamos o despreparo de gestores e de empresas em promover as mudanças que se mostram necessárias e urgentes. O que mais se observa é uma constante busca por modelos que permitam o “enquadramento” dos jovens em processos organizacionais que foram estabelecidos nos últimos 30 anos.

Geração Y, saiba que o jogo já começou faz tempo!

Sidnei Oliveira

Estamos assistindo a um jogo diferente onde, de um lado, estão jovens expressando suas expectativas, buscando freneticamente uma forma de equilibrar seus interesses com dos demais jogadores, principalmente das empresas. Do outro lado, vemos gestores focados e pressionados por resultados, mas frustrados, pois ainda estão esperando um engajamento efetivo dos novos profissionais. O cenário é estranho, pois parece que o jogo simplesmente não está acontecendo como deveria.

A crença do “ser feliz”

Sidnei Oliveira

Será possível realmente ser feliz trabalhando? Esse parece o sonho utópico de todo profissional e talvez o principal motivo de tanta rotatividade nos empregos atuais, principalmente por parte dos mais jovens, que certamente não querem estar presos na aparente armadilha da infelicidade em que veem os profissionais mais veteranos. Quando questionado sobre o que uma pessoa normal deveria ser capaz de fazer bem, Freud teria dito: “Lieben und arbeiten” (“amar […]

10 dicas para fazer diferença no Brasil em 2016

Sidnei Oliveira

Conversando recentemente com minha mentorada Bel Pesce sobre o ano de 2015, acabamos fazendo projeções para 2016 e decidimos gravar um vídeo com dicas práticas para fazer diferença no próximo ano, afinal todos sabemos que será um ano histórico e com desafios inéditos para a maioria dos jovens.