São Paulo
Germano Luders
Carregando

Líderes Inspiradores em um Mundo Reconfigurado

César Souza

Escolhi esse post inaugural para o Blog do Management porque, se desejamos construir famílias mais felizes, empresas mais saudáveis e comunidades mais solidárias, precisamos mudar a forma de pensar sobre como exercemos a Liderança. As competências que foram aplicáveis durante os últimos 50 anos já não são mais tão úteis no mundo volátil em que vivemos. Infelizmente, estamos formando líderes para uma realidade que já não existe mais.

A escassez de líderes no mundo empresarial é um fato. As empresas não conseguem formar líderes na quantidade nem na qualidade que necessitam  para executar suas estratégias, alavancar sua expansão e aproveitar o bom momento da economia.

O que fazer? Uma saída é tentar aprender com a prática daqueles a quem chamo de “Líderes Inspiradores”.Esse novo tipo de líder se destaca por  cinco práticas:

Define com clareza o Rumo, o Propósito Comum. Oferece às pessoas aquilo que mais desejam: uma bandeira, um significado para suas vidas. Acreditam que as pessoas estão dispostas a oferecer o melhor de si, desde que se identifiquem com uma Causa, um Porquê para o seu cotidiano.

Forma outros líderes, não apenas seguidores: Desenvolve em torno de si pessoas capazes de exercer a liderança quando necessário.  Cria mecanismos, atitudes e posturas que estimulam o desenvolvimento do líder que existe dentro de cada um com quem convive. Valoriza e forma outros líderes, seu maior legado para o futuro da organização.

Cuida do todo não apenas da parte: Atua onde faz diferença. Não comanda apenas uma equipe de subordinados dentro das paredes de uma empresa. Exerce a liderança também “fora”, para cima e para os lados: lidera clientes, parceiros, comunidades, influencia chefes, colegas, acionistas.

Faz mais que o combinado: Não basta “bater metas”. Surpreende pelos resultados. Sabe compatibilizar o hoje com o amanhã. Garante o presente enquanto constrói o futuro.

Inspira pelos valores: Constrói um mapa de atitudes em torno de valores que são explicitados, disseminados e praticados. Cria um clima de ética, integridade, confiança, respeito, transparência, aprendizado contínuo, inovação, paixão e humildade.  Educa pelo exemplo. Prima pela coerência entre o que diz e o que faz. Lidera a si mesmo antes de pretender liderar os outros.

E você? Quais desses pontos você já pratica? Quais precisa praticar mais?

Em meus posts pretendo desmistificar e debater de forma diferenciada o tema Gestão e Liderança, trazendo exemplos e casos práticos do cotidiano empresarial. Conto com sua participação!

Faça seu comentário aqui!

Comentários