Uma pessoa tímida pode se tornar um vendedor de sucesso?

A boa notícia: normalmente, a timidez é um comportamento consequente de questões que você poderá facilmente endereçar e resolver

Dúvida de leitor: sou tímida, e isso às vezes atrapalha minhas vendas. Noto que minhas colegas de trabalho sempre se saem melhor do que eu, e a empresa cobra resultados em longo prazo. O que devo fazer?

Timidez é sempre um argumento usado por pessoas que atuam em vendas como um obstáculo ao bom desempenho e muitos perguntam como fazer para superar esse desafio e se tornar um bom profissional.

A boa notícia é que normalmente, a timidez é um comportamento consequente de questões que você poderá facilmente endereçar e resolver com algumas atitudes bem objetivas.

Existem dois tipos de pessoas: as introvertidas e as extrovertidas. A diferença dessas características para a timidez – que não é um tipo de personalidade –  é que as duas primeiras têm a ver com a maior ou menor propensão ao contato social e maior ou menor facilidade de expor a si mesmo ou seus conceitos e pensamentos, que demonstram maior ou menor sociabilidade.

Essas características interferem na atividade profissional, na maior parte das vezes, de forma bem moderada a pequena. Já a timidez, causada pelo desconforto na interação com pessoas por uma preocupação exagerada com atitudes, reações ou mesmo pensamento dos outros, interfere diretamente e muito nas atividades e realização dos objetivos profissionais.

Em resumo, se você é introvertida ou extrovertida, possui uma característica individual sua que interfere muito menos em sua vida profissional que a timidez. A timidez, por outro lado, é um excesso de preocupação com as outras pessoas e com o que está fora de seu controle. Ela certamente a atrapalha e incomoda.

A primeira atitude é entender exatamente com o que o seu comportamento está relacionado ou qual o seu perfil de comportamento. E, nesse aspecto, um teste de perfil vai ajudá-la a se conhecer melhor e entender qual o melhor caminho a seguir. DISC ou Myers Briggs são boas dicas.

Não é fraqueza e não é sinal de inferioridade você pensar nisso; pelo contrário. Se conhecer melhor é um grande passo para a melhoria pessoal e profissional. Mas procure profissionais certificados. Eles saberão o que fazer e como conduzir esse processo.

Uma segunda atitude, que certamente não exclui a primeira, é você se aperfeiçoar na função. Um bom antídoto para a timidez é a segurança, o conhecimento de sua atividade. Faça cursos, aprimore-se. Vendas não é uma questão de personalidade ou dom, que as pessoas nascem sabendo.

É claro que existem pessoas com perfil nos quais as coisas são mais fáceis; outros, nos quais o caminho exige mais. Mas, em todos os casos, aprender os conceitos e técnicas é fundamental. Cuidar-se, em todos os sentidos, é também uma forma de vencer a timidez. Cuide da saúde e da aparência. Muitas pessoas tímidas tornam-se excelentes profissionais de vendas por melhorarem a sua segurança, através do conhecimento e da postura pessoal positiva.

Terceira atitude: procure olhar as suas colegas com o olhar construtivo e veja o que elas fazem e o que você não faz. Muitas vezes, o que você chama de timidez, ou a falta dela, são atitudes positivas, assertivas ou mesmo que criam a empatia necessária ao processo de vendas. O faz elas se saírem melhor do que você pode não ter nada a ver com timidez. Aprenda com suas colegas. Mesmo em ambientes competitivos, é possível.

Como quarta atitude, fale com sua gerente. A empresa cobra resultados sim, mas muitas vezes está disposta a ajudar funcionários que, como você, estão interessados na melhoria profissional. Provavelmente, ela poderá também ajudá-la com isso.

Como quinta e última dica, digo para nunca usar a timidez como justificativa. Ela pode ser cuidada e, com afinco, deixar de ser um obstáculo. Só depende de você ultrapassá-lo!

Enio Klein é gerente geral nas operações de vendas da SalesWays no Brasil e professor de vendas e marketing da BSP – Business School São Paulo.