Quanto sua empresa deve investir em Google Adwords?

A ideia é que o orçamento inicial sirva para diagnosticar e descobrir o que funciona e o que não funciona

Quanto sua empresa deve investir em Google Adwords?

Respondido por Eric Santos, especialista em marketing digital

Por mais que defendamos fortemente a produção de conteúdo e a consequente obtenção de tráfego orgânico (gratuito), esse processo, em geral, demora para dar resultado. Boa parte das empresas não pode se dar ao luxo de esperar mais de seis meses para ter algum retorno em vendas sobre o investimento feito no marketing digital. Para ter esse retorno rápido, a saída é gerar tráfego qualificado via mídia paga, e uma opção interessante para isso são os links patrocinados do Google Adwords.

O que faz o Google Adwords ser reconhecidamente uma boa opção é o fato de que no Google as pessoas estão buscando ativamente soluções para problemas ou dúvidas que possuem. Se a sua empresa consegue ter uma oferta assertiva para essa “dor”, meio passo já está dado para gerar oportunidades reais de negócio via este canal.

É nesse contexto que surge a dúvida bastante comum em quem está iniciando: quanto devo investir? Eu sugiro três passos para encontrar a resposta:

1. Faça um estudo prévio: o Google Adwords funciona no sistema de leilão, o que quer dizer que diferentes palavras possuem diferentes demandas e, portanto, preços muito variados. Fica difícil estipular um valor ideal geral para todo o mercado.

Usando a ferramenta de palavras-chave do Google é possível estimar o preço dos termos interessantes para sua empresa e obter ideias de novas palavras relacionadas. Para o início, essa estimativa é um ponto de apoio válido. O ideal é tentar achar palavras-chave que equilibrem um bom volume e um Custo por Clique (CPC) não muito alto.

2. Pague para aprender: claro que usar as boas práticas para Adwords ajuda muito, mas mesmo os mais especialistas não costumam criar campanhas super lucrativas logo de cara. Aprender é o mais importante no começo.

A ideia é que o orçamento inicial sirva para diagnosticar e descobrir o que funciona e o que não funciona. Por isso, use a estimativa do primeiro passo para calcular em média quanto custaria obter pelo menos 50 cliques em um termo. Com isso, mensure os resultados para avaliar se a palavra-chave converte e é lucrativa ou não.

Da nossa experiência acompanhando PMEs de diversos segmentos, vemos que só é possível realmente gerar esse aprendizado e primeiros resultados com orçamentos a partir de R$ 500,00/mês.

3. Escale com “orçamento infinito”: a grande sacada do passo 2 é descobrir quais as opções que garantem um retorno lucrativo. Conhecendo bem o Custo de Aquisição (que é igual ao custo por clique dividido pela taxa de conversão) e sabendo qual é o retorno esperado sobre aquele cliente, é possível entender que determinados grupos de anúncios são lucrativos, e aí neste caso nós podemos ter uma situação que muita gente chama de “orçamento infinito”.

Por exemplo, se eu gasto R$ 200,00 para adquirir um cliente via um determinado grupo de anúncios (custo de aquisição), e aquele cliente me dá um lucro de pelo menos R$ 400,00, faz sentido ir aumentando o orçamento dessa campanha de forma consistente o quanto for possível, até o ponto de saturação. Claro que, nesse caso, é sempre importante testar novas variações e manter o acompanhamento próximo, já que é normal haver flutuações.

Eric Santos é especialista em marketing digital e CEO da Resultados Digitais.