Por que é mais fácil empreender em um negócio digital?

O formato online apresenta algumas vantagens em relação a algumas questões que com certeza você irá esbarrar se quiser abrir algo offline.

Os desafios de empreender em um negócio digital e em um negócio físico são bastante diferentes.  O formato online apresenta algumas vantagens em relação a algumas questões que com certeza você irá esbarrar se quiser abrir algo offline. Dentre as principais vantagens, é possível destacar três pontos principais: o investimento inicial pode ser bastante reduzido; a escalabilidade, ou seja, a capacidade de atingir diversas regiões; e a facilidade para gerir sua equipe.

A primeira questão que vamos comparar é o investimento inicial. Os pontos de venda físicos muitas vezes requerem um grande investimento inicial, pagamento de luvas, reformas, aluguel, etc. Já as plataformas digitais permitem ao empreendedor colocar uma loja virtual no ar com baixíssimo custo.

O segundo ponto é a chamada escalabilidade. Em um negócio virtual, o empreendedor tem a possibilidade de atingir consumidores espalhados por várias regiões e até outros países, e não apenas estar presente em um único ponto, como acontece em muitos negócios físicos.

Por último, é importante considerar a praticidade da gestão de pessoas, ponto em que muitos empreendedores encontram dificuldades. A facilidade de ter a equipe inteira unida em um único local facilita muito no gerenciamento dos colaboradores. Além disso, é possível agregar volume de trabalho em um mesmo espaço, reduzindo tempos ociosos entre funcionários. Porém, as equipes que trabalham no mercado digital devem estar preparadas para mudanças e ter capacidade de reagir rapidamente.

Desafios

Tendo abordado as vantagens do negócio digital, é preciso analisar também os desafios desse tipo de empreendimento. Negócios digitais evoluem muito rapidamente e mudam com muita frequência, o que exige do empreendedor estar sempre inovando. É necessário ficar antenado a todas as novidades e, principalmente, no que os concorrentes estão fazendo no dia a dia.

Outro grande desafio de um negócio digital é demonstrar para o consumidor exatamente o produto ou serviço que está sendo oferecido, com o agravante de ter que fazer isso por meio de uma tela de computador ou celular, ou seja, a distância. Não há, no modelo digital, a possibilidade de o consumidor tocar no produto (ainda), portanto o empreendedor tem que ser muito bom em descrever o que está oferecendo.

Além disso, no Brasil, apesar de um quarto da população (48 milhões de pessoas) ter comprado online pelo menos uma vez em 2016, a segurança ainda é um tabu. Grande parte dos brasileiros ainda tem medo de comprar produtos pela internet por conta de fraudes no cartão e até mesmo pirataria.

Outro questionamento bastante frequente quando falamos do mundo dos negócios online é a dúvida entre focar em um nicho específico ou variar os produtos ofertados. A resposta para essa pergunta é: tanto faz. A venda de colchões pela internet, por exemplo, é um nicho que funciona muito bem, mas também não podemos deixar de pensar em supermercados online que trazem uma variedade enorme de produtos que resolvem a vida do consumidor.

O importante é ter um bom produto ou serviço, além de clareza da proposta de valor em relação aos concorrentes, executando com excelência e tendo uma equação financeira que funcione.

Cristina Farjallat é diretora do marketplace do Mercado Livre no Brasil.

Envie suas dúvidas sobre negócios digitais para pme-exame@abril.com.br.