Por que começar um negócio sem planejamento é uma furada

É possível começar um negócio sem planejamento. No entanto, é mais arriscado e a probabilidade de o empreendedor enfrentar problemas é maior

Desvantagens de começar um negócio sem planejamento

É possível começar um negócio sem planejamento. No entanto, é mais arriscado e a probabilidade de o empreendedor enfrentar problemas é maior.

A lógica do effectuation e causation, proposta por Saras Sarasvathy, tem como ideia central a necessidade de planejar. Porém, esse planejamento pode ocorrer de duas formas: a forma effectuation, em que o empreendedor começa seu negócio validando as premissas junto a clientes, fornecedores e parceiros, de forma mais ampla e criativa, desenvolvendo parcerias e moldando as necessidades dos clientes; e a lógica causation, em que o empreendedor desenvolve o planejamento por predição, ou seja, desenvolve um plano de negócios primeiro para então testar as premissas junto aos clientes, fornecedores e parceiros.

Das duas formas, é necessário desenvolver um planejamento. Não quer dizer que é necessário dispender horas e horas analisando cada ponto da empresa e escrever um longo relatório, pouco útil e engessado.

O importante é pensar sobre as vantagens competitivas do negócio, quem são os principais concorrentes, como satisfazer as necessidades dos clientes, quem são os fornecedores, quais as barreiras de entrada do setor, os recursos e capacidades que seu negócio possui, entre outras questões.

O planejamento pode ser considerado uma maneira de organizar as informações e as ideias dos empreendedores para reduzir os riscos, alinhar as expectativas da equipe e executar o que está sendo proposto.

Sendo assim, não ter um planejamento pode levar a empresa às seguintes desvantagens:

Maior risco

O planejamento auxilia na reflexão sobre o negócio, na visão geral do mercado que se quer atuar e os possíveis desafios que serão encontrados junto aos clientes, fornecedores e concorrentes. Por meio do planejamento, é possível ter maior controle sobre os recursos disponíveis e maior controle financeiro.

Falta de alinhamento

O planejamento auxilia no alinhamento entre para onde se quer chegar (visão da empresa), o que se pretende alcançar (objetivos da empresa) e o qual caminho percorrer para se atingir os objetivos (estratégia da empresa).

Quando não se tem planejamento, torna-se mais difícil alinhar esses três pontos, já que não existe uma noção clara do negócio. A falta de alinhamento prejudica o desempenho da empresa, pois gera-se confusão na comunicação interna da empresa, perde-se tempo e gera-se retrabalho entre os colaboradores.

Dificuldade de execução

Uma vez que falta alinhamento, pode ocorrer dificuldade para a execução, o que é muito comum nas empresas, inclusive naquelas que têm planejamento. Essa dificuldade em colocar em prática o que se planejou fica ainda pior quando falta alinhamento, quando não há clareza na comunicação e quando não há controle financeiro.

Isso não quer dizer que ter um planejamento irá garantir a realização dos objetivos e estratégias, com baixo risco. Mas aumentam as chances de execução e de um bom desempenho do negócio.

Marina Amado Bahia Gama é professora da FGV EAESP.

Envie suas dúvidas sobre planos de negócio para pme-exame@abril.com.br.