Os principais erros de um líder inexperiente

Especialista explica quais os principais desafios de um líder sem experiência e como vencer esses obstáculos.

Os principais erros de um líder inexperiente
Escrito por Maria Cristina Ortiz de Camargo, especialista na área comportamental

O caminho do aprendizado da liderança é desafiante, porem árduo. O desejo de liderar, segundo alguns estudiosos, é uma pré-condição essencial ao bom desempenho de um líder. Mas, se esse desejo não vier acompanhado de um bom treinamento em habilidades interpessoais, autoconhecimento e capacidade de lidar com situações complexas, liderar pode tornar-se uma tarefa muito difícil.

Ao acompanhar a trajetória de líderes no início de suas carreiras, podemos facilmente identificar alguns chamados “erros de principiantes”, muito comuns nas organizações. A maioria das pessoas é promovida a cargos de gestão por demonstrarem um nível elevado de competências técnicas e um alto grau de inteligência que são, inegavelmente, muito relevantes à função. O problema é que essas competências não bastam quando elas se veem diante dos desafios de liderar uma equipe. E é neste momento que, geralmente, começam as dificuldades desses novos líderes.

Se antes suas decisões eram pautadas apenas no seu entendimento das situações, nesse novo cenário, elas precisam ser participativas e consensuais, a fim de não comprometer os resultados de sua equipe.

Líderes inexperientes tendem a ser ansiosos para cumprir metas e mostrar a organização que estão à altura do novo desafio. Nesse contexto, costumam focar toda a sua energia nas tarefas que dominam, relegando a importância da comunicação e o envolvimento de suas equipes nos processos decisórios.

Não percebem a necessidade de trabalhar de forma conjunta e transparente na definição da estratégia da área e compartilhar informações para que todos tenham a clareza do objetivo a ser alcançado. Esse fato pode gerar insegurança, falta de empenho e engajamento de todos na equipe, comprometendo fortemente o bom desempenho na liderança.

Uma característica marcante em líderes inexperientes é focar na operação e não nas pessoas. Consequentemente, dedicam pouco tempo para conhecer melhor os membros da sua equipe, o que os leva a acreditar que as pessoas são motivadas pelos mesmos valores que os seus. Esse erro de percepção contribui para a desmotivação das pessoas que não se sentem atendidas nas suas expectativas de crescimento na carreira, e também, frequentemente, ocasiona a perda de talentos na organização.

Não podemos esquecer que líderes formam líderes. Liderança é um processo de aprendizado contínuo e a ajuda de “bons mentores” pode contribuir para que a inexperiência de indivíduos que assumem esse desafio – liderar pessoas – não seja um processo doloroso e desmotivador para quem lidera e é liderado. 

Maria Cristina Ortiz de Camargo é professora da BSP – Business School São Paulo.