O que um mentor pode fazer por você e onde encontrar um?
Escrito por Henri Cardim, especialista em coaching

As empresas cada vez mais buscam os processos de mentoring para que um mentor possa auxiliar alguém em um projeto novo ou em um processo de sucessão. O mentor pode até mesmo ajudar um expatriado a adaptar-se a nova cultura.

O mentor é uma figura da Grécia antiga que assumia o papel do pai no ensinamento e orientação. Ele não é necessariamente alguém com idade maior, mas tem vasta experiência em negócios ou grande vivência em determinado assunto.

Todos tivemos mentores ou tutores em nossas vidas que nos guiaram nas tomadas de decisões. Podem ter sido nossos pais, professores, chefes ou padres, que tinham a função de transmitir conhecimentos de forma individualizada, tanto na vida pessoal como profissional, pois é natural a fusão destes aprendizados.

A dinâmica do mentor é deter mais experiência para transmitir para seu mentorado, de forma que ele se sinta mais seguro e confortável para avançar de forma independente.

É muito comum líderes serem mentores, pois têm como meta inspirar seus comandados, assim produzindo o empoderamento; os comandados sairão mais fortes e com ferramentas para resolverem suas questões.

Como conselheiro, o mentor conversa, provoca, discute com o aluno visando acelerar o seu desenvolvimento, que no mundo corporativo é visto como uma ferramenta eficaz e de grande valia, pois estimula inovação e criatividade com maior segurança.

Existe uma diferença básica entre mentoring e coaching, ambos sendo processos de aceleração da curva de aprendizagem. O coaching é realizado apenas com perguntas, usando a técnica do filósofo Sócrates.

O mentoring também faz perguntas, mas baseado em sua experiência e vivência maior o mentor ensina, entregando conhecimentos e fórmulas para que o mentorado seja despertado e encontre soluções efetivas de curto prazo que reverberarão em seu futuro.

Conhecendo a importância da figura do mentor, é preciso que seja uma escolha bem criteriosa, em que haja empatia e experiência comprovada, suficiente para que a transferência de informações e o despertar sejam grandes. Lembrando que o treino perfeito leva a perfeição.

Henri Cardim é palestrante focado em líderes e sucessão em empresas e consultor de negócios.

Tópicos: Mentores, Gestão, Motivação, Pequenas empresas