São Paulo – Caine Monroy passava as férias de verão na porta da loja de auto-peças do pai. Aos poucos, o garoto começou a brincar com as caixas de papelão e criar pequenos brinquedos, parecidos com os de parques de diversões.

Mas quase ninguém comprava diretamente na loja e pouca gente via os brinquedos. Isso mudou quando um consumidor, surpreso com a criatividade de Monroy, resolveu fazer um vídeo e criar um evento no Facebook para atrair mais gente ao local.

A ação se transformou em um viral e mais de 200 mil pessoas confirmaram presença na pequena loja. A repercussão fez com que o vídeo foi visto mais de 7 milhões de vezes.

De acordo com a Entrepreneur, o garoto cobra 1 dólar por 4 jogadas e 2 dólares por um “fun pass”, que dá direito a 500 jogadas em um dos cinco brinquedos disponíveis. “Ele ama saber como as coisas são construídas”, diz o pai do garoto, George.

Não é possível saber quanto dinheiro o menino ganha com os jogos, mas em doações já foram quase 200 mil dólares, que ele pretende usar para financiar a faculdade. Além do vídeo, foi criado um site que comercializa as camisetas do pequeno parque, por 15 dólares cada.

Tópicos: Empreendedores, Empreendedorismo, Pequenas empresas