São Paulo - Acessar novos mercados, principalmente o de São Paulo. Essa é a expectativa dos empresários que participaram da loja Pop Up na São Paulo Fashion Week (SPFW).

A loja, que já é tradição há nove edições do evento, traz uma novidade nesta temporada. Produtos de design de 14 pequenas empresas atendidas pelo Sebrae estão sendo mostrados, graças ao Contextualizar na Moda, um convênio firmado com o Instituto Nacional de Moda e Design (In-Mod).

Os produtos do Pará, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e Distrito Federal foram selecionados por meio de curadoria do Sebrae e In-Mod.

Dentre os destaques estão biojoias, tênis customizados, artigos luxuosos para animais de estimação, camisetas com estampas exclusivas, semijoias produzidas em tecidos e pedras, e peças de artesanato elaboradas com resíduos. Grande parte dos itens já foi vendida nos quatro primeiros dias de SPFW, que termina neste sábado (16).

Saiba um pouco mais sobre algumas empresas que participaram da Loja Pop Up, na SPFW:

A Bossa do Pano, do Paraná

Duas amigas de infância, Giovana Maciel e Renata Toledo, criaram a grife de semijoias de pedras e tecidos em 2009. Cada peça produzida por elas é única e exclusiva. Muitos dos tecidos são sobras descartadas por outras empresas. O blog do empreendimento está em pleno funcionamento. Para acessar, clique aqui.

MUV Custom Shoes, de Brasília

Há apenas sete meses no mercado, a empresa do brasiliense Miguel Marinho já participa da São Paulo Fashion Week. O empresário descobriu a customização de tênis depois que não encontrou o produto que queria em uma loja de Brasília. Começou a personalizar os tênis e a vender pela internet. Hoje, os clientes podem escolher o modelo da peça, padronagem e cadarços. São mais de 70 tipos de estampas. O site da MUV pode ser acessado aqui.

Crystal Dog, Santa Catarina

O mercado de luxo dos pets está crescendo a cada dia. Carolina Kanashiro, dona de três cachorros, confessa que gasta uma fortuna para mantê-los na moda. Os gastos viraram um negócio e Carolina, uma empresária. Há sete anos, ela criou a Crystal Dog, que produz roupas e acessórios de luxo para animais de estimação. São casacos de pele, vestidos de noiva, calça jeans e modelos para sair à noite. Para saber mais, visite o site da Crystal Dog.

Mãe D´Àgua Biojoias, Pará

A riqueza das fibras e das pedras do Pará encantou Roseli Aparecida Matias quando ela chegou em Belém, há seis anos. A junção dos elementos naturais com a resina e o design tornaram as peças de Roseli um objeto de desejo por parte das consumidoras paraenses. Saiba onde encontrar os produtos, no blog da empresa.

Cayê Pedras do Brasil, Rio Grande do Sul

O casal Dênis e Ana Paula Lima representa a empresa Cayê Pedras do Brasil em várias regiões do estado de São Paulo. O negócio surgiu em 1998, mas foi em 2010 que deu uma guinada na produção, passando também a fabricar semijoias. A sustentabilidade é uma das marcas da empresa, que tem uma estação de tratamento de água para a lapidação das pedras. O site da empresa pode ser acessado aqui.

Tópicos: Empreendedores, Empreendedorismo, Pequenas empresas, Fashion Week, Setores, Moda