Brasília - A pontualidade no pagamento das micro e pequenas empresas (MPE) chegou a 95% em março, segundo dados da Serasa Experian. Significa que a cada mil pagamentos realizados, 950 foram quitados à vista ou com atraso de no máximo sete dias. Na comparação com março do ano passado, houve avanço de 0,7 ponto percentual neste índice. Esse é o quarto registro consecutivo de alta ao se observar o mesmo mês do ano anterior.

“O fortalecimento do mercado interno e a redução gradual do custo de serviços financeiros contribuem significativamente para a melhor pontualidade dos pequenos negócios com seus fornecedores e no pagamento de seus compromissos”, diz o gerente de Acesso a Mercados e Serviços Financeiros do Sebrae, Paulo Alvim.

O economista Luiz Rabi, da Serasa, afirma que as reduções da taxa básica de juros (Selic), a tendência de normalização gradual da inadimplência dos consumidores e as medidas de estímulo às empresas anunciadas pelo governo federal contribuem para elevação da capacidade de pagamento das MPE. Luiz Rabi chama a atenção para o fato de que os pagamentos em dia dão uma pista de que pode haver melhora em outros índices econômicos ainda neste trimestre, como redução da inadimplência. “A pontualidade é um indicador antecedente”, destaca.

Por setores, os empreendimentos do comércio apresentaram os melhores resultados do quesito no mês de março, com 95,4%. Em seguida, vêm serviços, com 94,6%, e, em terceiro, indústria, com 94,2%. Rabi lembra que até 2008, as indústrias ocupavam o topo do ranking na pontualidade. “A crise internacional e a valorização do câmbio influenciaram o declínio. Já comércio e serviços são mais voltados ao mercado interno”, ressalta.

Em março de 2012, o valor médio dos pagamentos pontuais cresceu 8,2% em relação a fevereiro, atingindo R$ 1.842. Na comparação com março do ano passado, o crescimento foi de 35,8%. As empresas de serviços registraram, no terceiro mês deste ano, o maior valor médio de pagamentos pontuais (R$ 2.125), seguidas pelas comerciais (R$ 1.835) e pelas industriais (R$ 1.705).

O Indicador Serasa Experian da Pontualidade de Pagamentos das Micro e Pequenas Empresas é construído por meio dos pagamentos efetuados mensalmente. A amostra inclui 600 mil MPE, em aproximadamente 8 milhões de pagamentos a fornecedores registrados nas bases de informações sobre pessoas jurídicas da Serasa Experian, empresa que oferece serviços de apoio para tomadas de decisão.

Tópicos: Pequenas empresas, Serasa Experian, Empresas, Experian, Empresas de tecnologia