Aguarde...

Seu negócio | 20/04/2011 06:05

Como montar uma pousada

Especialista dá dicas para ter sucesso neste segmento, que exige alto investimento e planejamento impecável

Javier Sanchez/Creative Commons

Pousada na Polinésia Francesa

São Paulo - Montar uma pousada e passar o resto dos dias à frente de um negócio tranqüilo em um local paradisíaco é o sonho de aposentadoria de muitos executivos. Mas, para ter sucesso no ramo, é necessário um investimento alto e planejamento impecável.

Confira a seguir as dicas de Roberto Miranda, especialista em gestão de pousadas que já formou mais de 2,5 mil empreendedores, para investir no negócio.

Prepare o bolso

Um requisito importante para quem quer entrar neste ramo é ter recursos para investir. Segundo Miranda, o investimento para começar uma pousada de 20 quatros do zero, incluindo o custo do terreno, a construção, mobília, equipamentos e promoção, é de cerca de R$ 1,5 milhão. O prazo médio para retorno varia de quatro a sete anos, portanto é importante que o empreendedor tenha recursos suficientes para se manter por um longo período sem depender do lucro do negócio.

Uma opção para quem não tem todo este poder de investimento é optar por arrendar uma pousada já pronta. Mas fique atento: tente entender por que o proprietário está se desfazendo do negócio para não entrar em uma roubada. Outra alternativa é alugar um imóvel. O investimento inicial pode cair bastante, mas os custos para adaptar e equipar o espaço ainda são consideráveis. Além disso, o aluguel terá que entrar como parte dos custos fixos da operação, reduzindo a margem de lucro. 

“É comum o empreendedor que está começando optar por montar uma pousada bem pequena, mas este não costuma ser um bom negócio porque, mesmo que ela fique cheia na alta temporada, o faturamento não sustenta a baixa temporada”, justifica o especialista. “Além disso, os custos fixos para manter 10 ou 20 quartos não são muito diferentes”, justifica.

Escolha muito bem o ponto

A localização é fundamental para o sucesso de uma pousada. Ela precisa estar próxima de um local atrativo turisticamente. “Não adianta ter uma pousada incrível em uma cidade completamente desconhecida. A pousada em si não é suficiente para atrair o público – o local tem que ter uma motivação turística”. Pode ser na praia, na montanha ou no campo, o importante é estar o mais próximo possível do ponto de atração. “Se for na praia, procure o terreno mais próximo da areia. Mesmo que você pague mais pelo terreno, a diferença será recuperada com o valor maior de diária que você poderá cobrar”, explica Miranda.

Comentários (0)  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados