Como melhorar a experiência do usuário da sua startup
Respondido por Cassio Spina, especialista em startups

Com o aumento de recursos que a tecnologia proporciona associado ao gigantesco crescimento do volume de informações que somos “bombardeados” diariamente, é cada vez mais importante que a interface com o usuário seja mais bem trabalhada. Isso fez surgir até uma nova área de atuação profissional: os chamados UX designers, mas você não precisa ser um expert para tomar alguns cuidados básicos com sua startup.

Não exagere no número de funcionalidades: quando se fala em funções de uma aplicação, na maioria das vezes “menos é mais”. Existe uma tendência dos desenvolvedores de adicionarem o máximo de funcionalidades para tornar a aplicação mais rica e completa, entretanto, na maioria das vezes isso confunde o usuário e o faz fugir por achar “complicado demais”. 

Assim, ao adicionar alguma função nova, faça com cautela, meça o quanto ela é efetivamente utilizada e eventuais impactos negativos que possa ter.

Não crie barreiras de acesso: exigir que o usuário faça um cadastro prévio ou mesmo um login por redes sociais para ter acesso a informações básicas dos seu site/aplicação pode inibir ou até afugentar seus usuários.

Primeiro ofereça alguma informação que atraia o interesse dele e depois solicite os seus dados, mas lembre-se de fazer formulários curtos, com no máximo 5 campos, pois mais do que isto o fará largar tudo pela metade.

Não use termos técnicos específicos, a não ser que o seu site/aplicativo seja direcionado para um público muito específico. Evite usar jargões comuns ou até expressões regionais: lembre-se que o site poderá ser acessado por pessoas de diversas localidades e diferentes níveis de conhecimento.

Cuidado com exagero no aspecto estético: todo site/aplicação com bom visual certamente atrai a atenção do usuário, mas nem sempre isso significa melhores resultados, em especial se for tão rebuscado que confunda a sua navegação. Simplicidade é a palavra chave. 

Uma última dica e talvez a mais importante: a melhor forma de descobrir se você está indo bem é observar usuários utilizando seu site. Hoje, há serviços que permitem que diversos usuários testem e gravem sua experiência como feedback para os desenvolvedores.

Cassio A. Spina foi empreendedor por 25 anos, é investidor-anjo e fundador da Anjos do Brasil Envie suas dúvidas com a palavra startups no assunto da mensagem para examecanalpme@abril.com.br

Tópicos: Empreendedores, Empreendedorismo, Pequenas empresas, Startups