8 perguntas que todo empreendedor deve fazer para escolher o ponto comercial
Respondido por Gean Chu, empreendedor 

A escolha de um ponto comercial é realizada por muitas pessoas utilizando apenas a intuição. Isso é um problema, visto que existe muita margem para erros decorrentes de escolhas emocionais, podendo acarretar na perda de boas oportunidades comerciais, bem como na abertura em um ponto inadequado.

Desde o início de nossa rede, estabelecemos uma metodologia para escolha de pontos comerciais, tanto para lojas de rua quanto para shoppings, buscando sempre nos pautar em dados concretos. Os aspectos que sempre avaliamos são ticket médio, público alvo e legislação.

Antes de assinar contrato é importante fazer algumas perguntas sobre o lugar escolhido:

1. Quantas pessoas circulam diariamente pelo local, e quanto costumam gastar por cada produto ou serviço nessa região?
Com isso, conseguimos determinar se nosso produto encontra-se em uma faixa de preço aceitável pelo consumidor, e se o número esperado de vendas consegue ser atingido pelo fluxo médio de consumidores. É importante que essa análise esteja alinhada com a estratégia de mercado da empresa e também avaliar não somente a quantidade de pessoas, mas se estes de fato são potenciais clientes, e em que proporção.

2. Como agem outros comerciantes da região?
Muitas vezes conversas com outros comerciantes podem revelar grandes dificuldades e oportunidades observadas por quem já tem mais experiência na região.

3. Existem restrições legais ou de infraestrutura?
Algumas atividades comerciais são proibidas em determinados locais de cada município de acordo com planos diretores. Cheque antes de fechar negócio. Quando for realizar a compra ou locação de um imóvel comercial, verifique também com um profissional adequado se a infraestrutura local permite a prática da sua atividade, bem como uma estimativa de investimento necessário para eventuais adaptações.

4. Qual o nível de desenvolvimento da região?
Existem estudos que conseguem trazer informações de mercado com orientação geográfica. Informações como população, PEA e estratificação social podem ser obtidas desta maneira, focando desde uma cidade inteira, até um trecho específico de uma quadra. Sempre avalie a confiabilidade destes estudos e a origem dos dados.

5. Vou sofrer com a sazonalidade?
Existem produtos e serviços que vendem mais em determinadas épocas do ano, como é o caso das nossas paletas. Entenda o impacto dessa variação das vendas no planejamento de estoque, fluxo de caixa, entre outras coisas. Além da sazonalidade, é importante que se avalie como o fluxo se comporta ao longo dos horários do dia, bem como ao longo da semana.

6. É conveniente para o cliente?
Existem produtos e serviços cujo consumo é correlato a determinadas atividades exercidas pelos clientes em determinados locais. Busque posicionar-se onde você seja útil e desejado pelos consumidores.

7. A logística é viável?
De nada adianta estar em um local de grande potencial de vendas, se o custo para a mercadoria chegar até lá for impraticável, ou se a própria operação logística for inviável.

8. Terei uma boa visibilidade?
Não adianta estar em um local com forte potencial de consumo, se ninguém consegue ver que você está ali. Procure sempre uma boa visibilidade.

Gean Chu é sócio-fundador da Los Paleteros, rede especializada em paletas mexicanas. 

Tópicos: Cabeça de empreendedor, Dicas de Empreendedorismo , Dicas para seu negócio, Empreendedores