São Paulo - O festival South by Southwest, ou SXSW, surgiu como um evento de música e cinema, em 1987. Com o tempo e os avanços da tecnologia, startups e internet passaram a ser temas do encontro Neste ano, o festival, que vai até o dia 18, conta com uma Startup Village, espaço onde os empreendedores encontram jornalistas, investidores e inventores.

Foi deste festival que saíram algumas startups bastante conhecidas, como o Twitter, o Foursquare e o GroupMe. E é por isso que o universo empreendedor se volta para Austin, no Texas, para acompanhar as empresas que estão chamando atenção dos participantes do evento.

O site Mashable, especializado em tecnologia, criou um termômetro das startups mais comentadas do evento e que indicam novas tendências para os empreendedores. Nesta manhã, a lista, que traz 15 nomes, tinha a Highlight como empresa mais falada do festival.

1. Highlight

A Highlight fez um aplicativo para celular que está sendo bastante comentado pelos participantes do festival. O app permite que o usuário, em um evento, balada ou qualquer local, procure e entre em contato com outros usuários próximos, criando uma rede social instantânea no ambiente. O aplicativo ainda te avisa se algum conhecido está por perto e deixa um histórico de quem você cruzou por aí. A startup já recebeu uma rodada de investimento no começo deste ano, liderada pelo Benchmark Capital.

2. Path

A segunda empresa mais falada do evento é a Path, uma espécie de rede social só para amigos íntimos. A ideia veio de três empreendedores, entre eles um ex-funcionário do Facebook, um dos criadores do Napster e outro do Macster. O Path sugere ser uma rede social para amigos e familiares próximos, em que você não precisa se preocupar em dizer algo que seu chefe vá ver. O Path já recebeu duas rodadas de investimento, totalizando 11,2 milhões de dólares.

3. Grandstand

O Grandstand é uma plataforma que ajuda empresas, lojas ou agências de publicidade a criarem experiências de consumo mais interessantes. A ideia é aumentar a participação das marcas na rede social, mas de forma mais efetiva. Ela transforma a participação dos usuários em games e prêmios instantâneos, por exemplo. Isso incentiva os consumidores a postarem, fazerem check-in e curtirem, o que espalha ainda mais a marca nas redes.

4. Glancee

Assim como o Highlight, o Glancee está sendo comentado no evento por permitir que os usuários encontrem outras pessoas em determinados locais. A principal diferença é que com o Glancee é possível fazer novos amigos e não apenas localizar os seus contatos. O app ajuda a encontrar pessoas que tenham interesses em comum. Eles recusam o título de “rede social” e se classificam como “uma ferramenta de descoberta social”.

5. Shapeways

A quinta startup mais falada hoje no SXSW é a Shapeways, que trabalha com impressões 3D. Sediada em Nova York, a empresa faz impressões sob demanda e permite que as pessoas exponham suas criações em 3D em uma comunidade online. A startup já recebeu dois aportes de fundos de investimento. Index Ventures e Union Square Ventures colocaram 11,1 milhões de dólares no negócio.

Tópicos: Eventos, Planos de negócio, Startups, SXSW, Tecnologia