Os pilares que devem orientar sua estratégia
Escrito por Cynthia Serva, especialista em empreendedorismo

Ter uma estratégia bem definida é imprescindível para quem deseja empreender. Afinal, é através da estratégia que se torna possível traçar os rumos do novo empreendimento e todos os seus desdobramentos através do planejamento.

De acordo com Michael Porter, um dos principais especialistas contemporâneos em estratégia e também professor na Harvard Business School, estratégia pode ser definida como o conjunto de ações ofensivas ou defensivas para criar uma posição em uma determinada indústria para enfrentar com sucesso as forças competitivas e obter um retorno maior sobre o investimento.

No contexto empresarial, o planejamento, ou pensamento estratégico, é um processo contínuo de criação, implementação e avaliação de decisões que orientam e permitem a uma organização atingir seus objetivos.

O processo de planejamento da estratégia deve ter início a partir da definição da missão e objetivos da empresa. Uma vez sabendo onde se quer chegar, o próximo passo deverá ser definir como chegar até lá, ou seja, a definição da estratégia e seus desdobramentos para atingir tais objetivos!

Se você tem como objetivo se tornar líder de atuação no seu segmento empresarial, é preciso definir como fará para alcançar esse objetivo. Por exemplo: será que para crescer o melhor será adquirir os concorrentes ou expandir por meio de um modelo de franquia?

Existem muitos frameworks e diferentes metodologias que podem ajudá-lo no desenvolvimento do processo de formulação da estratégia. Entretanto, a lógica que deve ser seguida envolve os pontos a seguir:

1. Defina o seu objetivo
O ponto de partida será definir a missão, visão e valores da empresa. Defina qual o propósito e onde pretende que sua empresa chegue.

2. Faça um diagnóstico do mercado
O próximo passo será identificar como sua empresa poderá ser impactada pelas ameaças e oportunidades do ambiente externo, não apenas no presente, mas também no futuro. Ou seja, realize um diagnóstico externo!

3. Descubra seus pontos fortes e fracos
Identifique quais são os fatores críticos de sucesso de seus concorrentes para que seja possível fazer uma análise comparativa de seus pontos fortes e fracos em relação a essa concorrência. Dessa forma, você terá realizado o diagnóstico interno de sua empresa!

4. Construa um plano de ação
Após ter identificado as oportunidades e ameaças do ambiente em que sua empresa está inserida, será possível definir os objetivos estratégicos. Além disso, é preciso definir um plano de ação para implementá-los.

5. Monitore cada passo
Não se esqueça de acompanhar a implementação para avaliar se é necessário rever a estratégia. Avalie a eficácia por meio de métricas e indicadores que deverão ter sido definidos previamente.

É possível contar com o auxílio de algumas ferramentas como o Balanced Scorecard que te ajudará a monitorar e acompanhar sua visão estratégica inicial.

Resumindo, defina a missão de sua empresa, conheça seu mercado e concorrentes, e a partir daí desenvolva ou redefina seus produtos e serviços. Somente com todas essas informações e estabelecendo uma visão de futuro que será possível traçar uma estratégia realmente competitiva. 

Cynthia Serva é coordenadora e professora do Centro de Empreendedorismo do Insper.

Tópicos: Dicas de Empreendedorismo , Dicas para seu negócio, Dicas de Gestão de PME, Pequenas empresas