São Paulo – Muitos empreendedores são tão apaixonados pela sua ideia de negócio ou pequena empresa que, às vezes, extrapolam com discursos exagerados. “Tem casos que o empreendedor sabe que ele está exagerando e, outras vezes, ele não consegue enxergar a realidade ou tem uma paixão cega pelo negócio”, explica Cassio Spina, investidor-anjo e fundador da Anjos do Brasil.

O perigo de recorrer a certas expressões é que o pequeno empresário não consegue passar credibilidade para o cliente ou investidor do seu negócio. Para João Bonomo, professor do Ibmec/MG, os consumidores ou parceiros não querem uma solução genial. “Eles só querem uma solução que resolva aquele determinado problema”, afirma. Com a ajuda dos especialistas, EXAME.com reuniu algumas frases que devem ser evitadas por donos de pequenas empresas ou startups

1. O risco do negócio é baixo.

Na tentativa de convencer potenciais parceiros, fornecedores e investidores, muitos empreendedores acabam usando essa frase. “Não existe negócio com risco baixo, por melhor que a empresa seja. No caso de startups, como que um negócio que está começando pode ter um risco baixo?”, questiona Spina. Nesses casos, o ideal é que o empresário liste os riscos e quais são as propostas de solução. 

2. O meu produto é super inovador.

Como você se diferencia no mercado? Quais são as soluções dos concorrentes? “É fundamental demonstrar como o produto ou serviço é inovador. Muita gente confunde inovação com diferente”, explica Spina. “Às vezes, as pessoas não querem soluções muito inovadoras. O seu consumidor só quer resolver aquele problema”, completa Bonomo. 

3. O mercado é muito promissor.

Muitos empresários acreditam que sua ideia é tão boa que tem potencial para expandir o negócio para qualquer lugar do mundo. “O mercado global é gigante, mas você vai conseguir atingir? Às vezes, o numero não é compatível com o mercado real e até prejudica a apresentação do empreendedor”, explica Spina.

Para Bonomo, existem muitos mercados promissores, mas o importante é se certificar de que há uma demanda real do seu produto ou serviço.

4. Não tenho concorrentes.

Afirmar que o produto ou serviço não tem concorrente pode mostrar que o empresário não pesquisou a fundo sobre o mercado que está atuando. Muitas vezes, existem concorrentes indiretos que podem influenciar a maneira como o empreendedor gerencia a empresa.

5. O retorno é garantido.

O sucesso de um negócio não deve ser medido apenas por cifras e não tem como garantir de que o negócio terá lucro certo. Para Spina, o importante é passar a mensagem de que você e sua equipe têm capacidade de execução. “Admiro empreendedores que fazem muito com pouco. E tem que ter muita clareza do que falar e de como comprovar”, afirma Spina. 

Tópicos: Empreendedores, Pequenas empresas, Startups