MDIC lança terceira edição do InovAtiva Brasil

Programa quer alavancar startups em cinco regiões do país e aproximá-las das grandes empresas nacionais. O lançamento será em São Paulo, no dia 27 de abril

São Paulo – O InovAtiva Brasil chega à sua terceira edição, sob a coordenação do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e execução da Fundação CERTI (Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras).

O programa conta com o apoio da Endeavor Brasil e Senai e promove, de forma gratuita, a capacitação e mentoria de empresas nascentes de base tecnológica com potencial inovador, além da conexão destas com o mercado.

Em 2015, além dos seus ciclos de aceleração, o InovAtiva Brasil promoverá o relacionamento dos empreendedores participantes com empresas líderes.

O objetivo é utilizar os projetos inovadores das startups para solucionar gargalos reais da indústria. Colocar as empresas iniciantes em contato com clientes em potencial é o diferencial do programa.

Em dois anos, o InovAtiva recebeu mais de 2,5 mil inscrições e quase 200 empresas selecionadas alcançaram a última fase do ciclo de aceleração.

O evento de lançamento do InovAtiva Brasil acontece no dia 27 de abril, na sede da Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo).

Estarão presentes o ministro de Desenvolvimento, Comércio e Indústria, Armando Monteiro Neto, empresários de marcas líderes no mercado nacional e representantes de centros de inovação e parques tecnológicos brasileiros.

O programa

O público-alvo do InovAtiva Brasil é composto por empreendedores iniciantes de negócios inovadores, estudantes de graduação e pós-graduação, professores e pesquisadores de áreas afins à tecnologia.

O ciclo de aceleração do InovAtiva Brasil é dividido em três fases, cada uma com dois meses de duração: inscrição de projetos; mentoria e preparação de negócios; mentoria aprofundada com conexão entre os participantes e investidores e grandes empresas.

A mentoria fica a cargo de empreendedores e executivos de empresas de destaque no cenário nacional.

Ao final de cada ciclo, parceiros e investidores avaliam as bancas de apresentações das startups capacitadas.

A comunicação dos participantes com o programa não se esgota durante os ciclos. Por meio da plataforma do InovAtiva Brasil é possível compartilhar conhecimento e experiências e investir no networking.

Edições anteriores

A primeira edição do programa InovAtiva Brasil foi realizada em 2013, em um formato piloto.

Quase dois mil projetos foram inscritos para a primeira fase, sendo que 50 seguiram para a próxima fase e 20 foram selecionadas para a fase 3, de conexão com o mercado.

No ano passado, em sua segunda edição, foram inscritos 708 projetos na primeira fase, sendo que 128 negócios passaram para próxima etapa e 75 foram selecionados para a última fase do ciclo de aceleração.

*Matéria atualizada no dia 23/04, às 17h56. Atualização: Evento de lançamento do programa InovAtiva Brasil foi transferido para o dia 27/04 (segunda-feira). Local: sede da Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo). Os convidados podem fazer a confirmação de presença até sexta-feira dia 24.