Hotéis passarão a registrar hóspedes em tempo real via internet

O governo federal vai regulamentar, em agosto, o lançamento em tempo real online do registro de entrada de hóspedes nos hotéis brasileiros

Brasília – A fim de facilitar a vida dos turistas no Brasil e, também, produzir dados que ajudem na elaboração de políticas públicas mais eficientes para o setor de turismo, o governo federal vai regulamentar, em agosto, o lançamento em tempo real (online) do registro de entrada de hóspedes (check in) nos hotéis brasileiros, via internet.

A informação foi dada hoje (5) pelo chefe de gabinete do Ministério do Turismo, Bento Afonso dos Santos, no 2º Fórum Legislativo das Cidades-Sede da Copa do Mundo de Futebol de 2014, que ocorre em Brasília. Santos explicou que a portaria que será publicada pelo governo está no âmbito do novo Sistema Brasileiro de Hospedagem (nome provisório), que está sendo criado. “A portaria regulamentará o uso da Ficha Nacional de Registro de Hospedes, que já foi instituída por decreto”, explicou Santos.

“Com esse novo sistema, substituiremos a ficha que preenchemos na chegada ao hotel. Feito de forma online, esse procedimento nos dará uma visão exata de quantos turistas visitam o país e para onde eles vão”, disse Santos ao enumerar algumas medidas planejadas pelo governo para a Copa de 2014.

Recentemente, foi instituído o Sistema Brasileiro de Classificação de Hospedagem, selo que classifica por meio estrelas, a qualidade dos hotéis e resorts brasileiros. A lista dessas hospedagens já está disponível na página do ministério na internet.

Santos explicou que a Lei Geral do Turismo, criada em 2008, foi regulamentada em dezembro do ano passado. “Agora, as portarias que estamos publicando estão, paliativamente, regulamentando o decreto que desdobra a Lei Geral.”

A nova portaria permitirá três alternativas de uso da Ficha Nacional de Registro de Hospedes. “Forneceremos gratuitamente [aos hotéis] um site para fazer os registros. Para as grandes cadeias, que já contam com sistema próprio, bastará se adequar à nova ficha. E para as localidades mais remotas e sem internet, bastará nos enviar uma cópia da ficha pelos Correios”, disse ele à Agência Brasil.


O chefe de gabinete do ministro Pedro Novais disse, ainda, que a pasta ficará encarregada da sinalização de alguns pontos turisticos, próximos aos locais onde os eventos esportivos ocorrerão, com informações sobre cidades próximas que podem ser visitadas. A intenção é despertar o interesse dos visitantes em conhecer outras localidades, além das cidades que receberão os jogos de futebol. “Dessa forma, pretendemos melhorar a movimentação turística no país”.

Também é atribuição do ministério treinar parte da mão de obra que estará em contato com os turistas. “Até o momento, já foram capacitadas 80 mil pessoas para trabalhar na recepção de aeroportos e hotéis e como taxistas e camareiros”, disse Santos. Segundo ele, entre os cursos oferecidos estão os de inglês e espanhol.