Ela largou a carreira para vender florais e hoje fatura milhões

Ela era executiva e workaholic até que precisou buscar tratamento para um filho com depressão. Conheceu os florais e decidiu mudar de vida.

São Paulo – Márcia Rissato tinha um emprego estável como executiva de marketing numa empresa. Era workaholic e gostava do que fazia. Também achava que floral era coisa de hippie. Isso até que seu filho, na época adolescente, entrou em depressão.

“Eu estava em busca de um tratamento para meu filho, e me indicaram uma médica que trabalhava com florais. Ele melhorou muito, e eu me encantei com o processo. Antes era super preconceituosa, achava que aquilo era coisa de hippie”, conta.

A melhora foi tão efetiva que Márcia passou ela mesma a usar as essências. E mais, se interessou em transformar aquilo em negócio. “Eu comecei a me questionar para onde eu iria naquela vida como executiva”, lembra.

Hoje, ela é uma das donas da Monas’s Flower, negócio focado em saúde e bem-estar que importa os florais de Bach para o Brasil e também produz itens próprios, unindo os florais à aromaterapia.

Para quem não conhece, os florais de Bach são essências feitas de plantas e flores usadas no tratamento de questões emocionais.  Eles foram desenvolvidos no início do século 20 pelo médico britânico Edward Bach.

Contando assim parece coisa de hippie mesmo. Mas ninguém aqui está brincando com dinheiro. A expectativa da Mona’s Flower é fechar 2016 com um faturamento de nada menos que 8 milhões de reais.

Empreendedora e terapeuta

A empresa está no mercado há 25 anos e tinha um faturamento de pouco mais de 1 milhão de reais em 2009, ano em que Márcia comprou parte do negócio.

“Pedi as contas na empresa em que trabalhava, fiz uma proposta e comprei metade da Mona’s com cerca de 300 mil reais. Foi uma compra de oportunidade e o fundador continuou como sócio”, lembra a empreendedora.

Com a chegada de Márcia, o negócio passou por um processo de profissionalização que resultou na multiplicação do faturamento. Além dos florais, passou a oferecer também o Pomander, unindo os florais (sem cheiro) a óleos essenciais, para atuar de forma conjunta com aromaterapia.

Hoje, os produtos da Mona’s estão presentes em cerca de mil pontos de venda pelo Brasil. A empresa oferece ainda treinamento para farmácias e usuários em geral interessados no tema.

Segundo Márcia, os florais não têm contraindicação.

Além de se tornar empresária, depois de ter contato com os florais de Bach, Márcia também se formou terapeuta floral. Ela mesma atende pacientes interessados em se tratar com a técnica.

“Eu trabalho muito mais hoje. Mas tenho a devolutiva das pessoas. Isso não tem preço, vejo que estou fazendo mais. Quantos filhos com depressão eu posso ajudar?”, afirma.

Outra diferença em relação á época em que trabalha como executiva é o respeito aos próprios limites, conta.

“Antes, quando eu tinha tempo para fazer algo, arranjava mais trabalho. Hoje eu estabeleço limites. Eu não tirava férias pra viajar com meus filhos. Hoje tenho tempo para a meditação, para o pilates. E não tenho peso na consciência de fazer. Aprendi a respeitar meus limites sem ter culpa”.