Como sua empresa pode desafiar as grandes marcas online

Para pequenos empreendedores, concorrer com grandes marcas no mundo online não é exatamente uma tarefa fácil, mas totalmente possível.

Como concorrer com grandes marcas no universo online?

Para pequenos empreendedores, concorrer com grandes marcas no mundo online não é exatamente uma tarefa fácil, mas totalmente possível.

Na internet, há muito espaço para quem deseja empreender com seriedade, isto é, que esteja minimamente preparado e atue com planejamento e real capacidade de execução.

O mundo web é uma porta de oportunidades para muitos, justamente porque a inovação trazida por ele permite que pequenas empresas concorram com grandes corporações em condição de igualdade, ou algo bem próximo disso.

As decisões dentro de grandes empresas costumam ser demoradas e envolvem uma série de processos que deixam essas companhias lentas para a atuação no meio online. Por outro lado, pequenas empresas são mais ágeis, focadas e respondem mais rápido aos estímulos do mercado, características essas inerentes à internet.

O mercado de startups, que cresce a cada dia, é um exemplo disso. No setor de e-commerce costuma-se dizer que a empresa precisa ser “bootstrap style”. Esse termo – ainda pouco difundido fora do comércio eletrônico – carrega a ideia do “seguir na raça”, avançar independentemente da situação, com ou sem dinheiro para investir, usando a criatividade para driblar as adversidades e mudar de curso, se necessário.

As PMEs sempre existiram, mas, até então, eram encontradas apenas nas “Páginas Amarelas”. A internet ampliou “n” vezes o potencial de exposição e o alcance dessas empresas. Há várias ferramentas de marketing online que podem ser usadas tanto por grandes como por pequenas empresas e que as colocam em evidência, sem necessariamente ter que desembolsar grandes quantias em dinheiro.

Com a visibilidade garantida, para concorrer com grandes empresas as pequenas precisam também estar atentas a maneiras de se diferenciar. Entrar em uma briga de preços, nesse caso, não costuma ser uma boa ideia – as grandes têm maior poder de negociação com fornecedores. Já oferecer um atendimento diferenciado para o cliente é algo bastante possível para os pequenos negócios.

Outra ideia é trabalhar mercados de nicho (especializados), o que costuma exigir a oferta de produtos customizados, algo bem mais fácil e factível para uma pequena empresa do que para as grandes.

Outro aspecto importante para todas as empresas, mas de modo especial para as PMEs, é a reputação no mercado. Há selos de garantia que reforçam a qualidade dos produtos e serviços oferecidos pelas empresas e que podem ajudar nessa tarefa de galgar os lugares mais altos na preferência do consumidor e na lista das marcas mais admiradas por ele. Há alguns marketplaces (shoppings online), como o Mercado Livre, por exemplo, onde ter e manter uma boa reputação é essencial para o sucesso do negócio.

Enfim: a internet é hoje um ambiente onde grandes e pequenos negócios estão disponíveis a um clique. Na imensidão da rede, milhares de Davi e centenas de Golias se enfrentam todos os dias. Os aspectos descritos neste texto – seriedade e diferenciação do negócio, atendimento de qualidade e reputação – são algumas das “pedras” que podem acertar um gigante.

Helisson Lemos é presidente do Mercado Livre no Brasil.

Envie suas dúvidas sobre negócios digitais para pme-exame@abril.com.br.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Marco Antonio de Oliveira Floriano

    Matéria boa para atrair atenção para o Mercado Livre (que por sinal, uso para comprar e vender há mais de 10 anos e gosto muito), mas vocês não falaram como realmente é possível desafiar uma grande marca online certo? Como uma pequena empresa poderia desafiar o Mercado Livre, por exemplo?

  2. Várias opções para o Brasileiro Empreender. Até mesmo criar uma Food Bike.

    http://agilebikes.com.br/