Como reduzir gastos com viagens na empresa?

Tecnologia e otimização do tempo do viajante podem ajudar na economia

Como reduzir gastos com viagens na minha empresa?
Respondido por Márcio Iavelberg, especialista em finanças

Uma das preocupações de uma pequena e média empresa, que busca crescimento e expansão de seu mercado, é o gasto com viagens. Nem sempre o cliente arca com essas despesas. E, quando falamos em viagens de prospecção, aí sim o gasto é integralmente da empresa.

Uma das maneiras de reduzir esse gasto é efetivamente tentando não viajar. Mas como? Algumas apresentações podem ser feitas via telefone ou mesmo Skype. Caso haja a necessidade de ver e tocar um produto, deve-se enviar uma amostra pelo correio ou serviço de entrega antecipadamente.

Apesar de toda a tecnologia disponível, existe a possibilidade de que o cliente faça questão da presença física de um representante da empresa para fechar o negócio. Nestes casos, o ideal é buscar a solução menos custosa. Uma alternativa é reduzir ao máximo o grupo que se deslocará até o destino em questão, minimizando os gastos com passagens, hospedagem, refeições e deslocamentos. 

Outra possibilidade é viajar em horários alternativos e fora de períodos de férias e feriados, quando a procura e os preços são menores. Ficar em hotéis mais modestos e que sejam mais próximos da localidade onde acontecerá o trabalho ou a reunião também é uma boa opção. 

Uma estratégia interessante é tentar otimizar a ida do viajante a um determinado destino, concentrando o maior volume possível de atividades em um mesmo período e aproveitando a ocasião para prospectar novos clientes. Assim, os gastos acabam sendo diluídos.
 

Márcio Iavelberg é sócio da Blue Numbers Consultoria Empresarial, especializada em PMEs. É administrador, com MBA em Finanças e especialização em Direito Tributário.

Envie suas dúvidas sobre finanças para examecanalpme@abril.com.br.