Como funciona um espaço de coworking?

No espaço de coworking, você pode receber clientes, se organizar melhor, interagir com outros empreendedores e participar de eventos

Como funciona um espaço de coworking?
Respondido por Yuri Gitahy, especialista em startup

Muitas empresas bilionárias começaram em uma garagem – Apple e Google são bons exemplos. Além disso reduzir custos, não é necessário se preocupar com gestão ou conforto – somente com seus primeiros resultados. Mesmo assim, começar sua startup em um pequeno escritório, quarto ou garagem traz uma desvantagem: seu networking.

Os espaços de coworking tentam atender justamente a essa demanda: empreendedores e profissionais autônomos iniciando suas empresas, sem muita previsão de quantas pessoas ou qual espaço precisarão nos primeiros meses ou anos. Todos trabalham em uma mesma área – ou várias áreas conjugadas – dividindo custos de um local que traz não só facilidades e serviços, mas também a chance de conhecer pessoas similares e fazer negócios internamente.

No Brasil, com uma simples busca na internet é possível encontrar escritórios de coworking em diversas cidades, apesar da concentração ser maior nas capitais. Com preços que variam de R$ 200 a R$ 800 por posição ocupada, os serviços também variam: alguns oferecem somente internet, enquanto outros oferecem pacotes completos com telefone, secretária compartilhada, sala de reunião, serviços e impressão.

No coworking, você pode receber clientes, se organizar melhor, interagir com outros empreendedores e participar de eventos. Se você tem problemas de produtividade no seu home office, pode ser uma ótima opção.

O que é uma startup?

 

Yuri Gitahy é investidor-anjo, conselheiro de empresas de tecnologia e fundador da Aceleradora, que apoia startups com gestão e capital semente

Envie suas dúvidas sobre startups para examecanalpme@abril.com.br.