Beved cria turmas online para cursos presenciais

Chamada de marketplace de experiências, a plataforma busca formar turmas online para cursos presenciais

Você acredita no poder da educação? Matt Montenegro e Elizabeth Fernández acreditam que podem revolucionar a forma de ensinar e aprender no Brasil através do Beved. O Beved é uma comunidade e marketplace de experiências onde você pode tanto dividir suas habilidades quanto conhecer e aprender novas, por exemplo “Como fazer a melhor caipirinha da galáxia”, “Saia do vermelho com o guia definitivo de controle financeiro pessoal” ou “Surfando por uma tarde”. Ou seja, ensine e aprenda fazendo.

Criado pelo UX Designer Matt Montenegro e pela professora Elizabeth Fernández em janeiro de 2012, o Beved trilha um caminho encorajador por onde passa. Detentor de uma menção honrosa na edição mineira do Startup Farm, o pivot de um marketplace de acomodações também foi escolhido como a melhor startup, segundo a opinião do público no Pitch Digital Inhotim.

Em beta privado desde junho deste ano, o Beved abriu as portas para todo o público no início de julho e já colhe bons frutos, tendo, atualmente, mais de 20 experiências sendo compartilhadas em várias cidades brasileiras.

O Beved se resume a um gerenciador online de interações offline, ou seja, o objetivo é que as experiências e habilidades sejam compartilhadas presencialmente. Sentir, cheirar, tocar. Sem essa de ficar escondido atrás de um monitor. Conversamos com Matt para entender um pouco mais sobre o projeto, confira.

WebHolic: Vocês acreditam que a educação de hoje não funciona mais?
Matt:
A educação, não somente no Brasil, está entrando em colapso. Vivemos num modelo obsoleto e que não cumpre sua função devidamente há muitos anos. A oportunidade está em permitir que qualquer pessoa possa ensinar seus conhecimentos, valorizando suas experiências e vivência. Mas nunca deixamos de acreditar no poder da educação. Mas, como disse, não na educação burocrática ou mal executada que possuímos nas escolas e universidades, mas a educação que provém das experiências e habilidades adquiridas por cada um de nós ao longo da nossa jornada. Esse é o conhecimento verdadeiro e enriquecedor. Sabendo, portanto, que todos nós possuímos algo de valor para compartilhar uns com os outros e que todos nós desejamos conhecer e experimentar novas habilidades criamos o Beved.


WebHolic: Qual o propósito do Beved e qual o valor que vocês querem transmitir através dessa comunidade de habilidades e experiências?
Matt:
Nós acreditamos que cada um de nós possui algo de valor para compartilhar, e, ao mesmo tempo, todos nós buscamos – seja por hobby ou necessidade – algo novo para aprender. O Beved oferece habilidades, conhecimento e experiências em forma de encontros casuais presenciais para o compartilhamento destes. Acreditamos que qualquer um pode oferecer tanto uma experiência quanto encontrar e consumir uma. Nosso público é todo aquele que deseja conhecer, aprimorar e experimentar novas habilidades e áreas de conhecimento.

WebHolic: Qual a motivação para investir em aulas presenciais?
Matt:
Entendemos que para o nicho de “aulas casuais” a principal vantagem competitiva é a oportunidade de não apenas ensinar, mas também de aprender presencialmente. O Beved serve como um organizador online de interações offline. Nosso foco está em relações reais e troca de experiência presencial, valorizando o contato pessoal e real entre as pessoas. Ensine ou aprenda fazendo, esse é o nosso foco.

WebHolic: E vocês estão em busca de investimento?
Matt:
Sim, inclusive estamos recebendo algumas propostas e já estamos captando um primeiro round de investimento anjo.